sexta-feira, 29 de julho de 2011

Desabafo 2

Oiiii!!!

Eu juro que estou me segurando, mas eu estou com uma fome esses dias que "Só por Deus!!"

Hoje almocei salada, mas agora de tarde comi mais torradas do quê devia e um pedaço pequeno de bolo recheado... que não devia!! Já tinha experimentado ontem na casa da minha mãe (que fez o bolo) e mais uma colherada na hora do almoço (trouxe para as amigas)... Não precisava comer mais uma vez!!

Como a minha vó diz: "Que reiva!"

Agora já foi!! Vou melhorar!! Amanhã será melhor!!

Final de semana a vista?! Me segurem!! rs..rs..

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Pesagem 26 07 11

Oiiiiii!!

Passei pela nutricionista na terça-feira, dia 26/07/11... Observação "Depois das férias!!!" kkkkk....

Chegando ela me perguntou como tinha sido minhas férias... Respondi que até agora estava tudo bem!! kkkkkkkkkkkkkkk Ela riu também!!!!

Estava preocupada... Férias com três crianças, já viu..., mas para minha surpresa emagreci 400 gramas!!! Acredita? Nem eu!!

Fiquei tão felizzzzzzzzzzzzzzzzzz!!!!! Viva eu!!

Vou caminhando devagar, mas sem parar!!! Nunca!!!!!

Obs.: Achei a mulher da figura parecida comigo!!!rs..rs..

sábado, 23 de julho de 2011

Arroz integral: saudável e gostoso


Por que arroz integral?

O arroz integral já não é mais novidade no cardápio dos adeptos de uma alimentação mais saudável. No entanto, muita gente ainda não se convenceu que trocar o arroz branco pelo integral é bom negócio. Se você faz parte desse grupo, preste atenção nessas informações:

• Por ser refinado, o arroz branco é composto basicamente de amido (tipo de carboidrato), enquanto o integral é rico em fibras, proteínas, lipídios, vitaminas e minerais. “O arroz integral torna a digestão mais lenta, proporcionando mais saciedade, auxilia o funcionamento intestinal e controla os níveis de açúcar no sangue, reduzindo o risco de diabetes”, explica a nutricionista Laís Cruz, da Nutriessencial Consultoria.

• Por ser composto também por antioxidantes, o arroz integral ajuda a combater os radicais livres, o que ajuda na prevenção de danos celulares e doenças crônicas.

• A versão integral do arroz é rica também em magnésio, que ajuda a controlar a pressão alta e as dores de cabeça. “O magnésio ajuda também a estabilizar a ação do cálcio, que é fundamental para a nossa saúde óssea”, explica a médica ortomolecular Heloísa Rocha.

• Quando o assunto é o valor calórico, arroz branco e integral são equivalentes. “A versão integral contém calorias saudáveis, que ajudam a equilibrar o organismo e o peso. Já o branco tem calorias vazias, que colaboram para o ganho de peso e aumentam o risco de desenvolver doenças como diabetes”, explica a nutricionista Gabriela Cunha, da Mãe Terra.

Que tal adotar de vez o arroz integral?

Receita muitoooooo simples

Ingredientes

• 1 xíc. (chá) de Arroz Integral Mãe Terra

• 1 col. (sopa) de óleo (de preferência, de canola)

• Sal Moído Mãe Terra a gosto

• ½ cebola picada

• 3 xíc. (chá) de água

Modo de preparo

Selecione e lave o arroz. Na panela de pressão destampada, toste o arroz sozinho até ficar bem seco. Adicione o óleo, o sal, a cebola, a água e cozinhe por 20 minutos em fogo médio depois que a válvula começar a chiar. Desligue o fogo, mantenha a panela fechada por 10 minutos e sirva.

Receita elaborada pela nutricionista Gabriela Cunha, da Mãe Terra

Fonte:http://www.melhoramiga.com.br/2010/08/arroz-integral-saudavel-e-gostoso/

10 hábitos para uma vida saudável!


Você pode melhorar e modificar alguns hábitos de sua vida, com algumas dicas que aqui seguem:

1) Mantenha uma alimentação saudável e equilibrada:

Uma alimentação saudável é responsável pela prevenção de várias doenças e pelo fortalecimento do sistema imunológico, por isso se sua alimentação não está adequada ela pode desencadear doença como a obesidade; doenças cardiovasculares; hipertensão; diabetes; alterações ósseas e articulares; e alguns tipos de câncer, entre eles o de estômago.

Além disso, uma má alimentação também pode propiciar a fadiga, baixa do sistema imunológico e até desencadear uma depressão.

O ideal é manter uma alimentação equilibrada, incluindo no seu cardápio cereais, verduras, frutas, legumes, peixes, aceite de oliva… entre outros considerados saudáveis. E reduzir o consumo de gorduras saturadas, açúcares, enlatados …. Não esquecendo de beber muita água sempre.

2) Exercite sua mente e sua memória:

A mente é um músculo que se não for exercitado atrofia.Diversos estudos asseguram que pessoas que desempenham atividades que exigem um esforço intelectual, conservam maior vitalidade mental ao envelhecer. Portanto aproveitem para ler muito, pois este é um excelente estimulo para sua mente. Jogos de mesa que ajudam a pensar em uma estratégia também servem como estímulo. Atividades artísticas como pintar, tocar algum instrumento musical, cantar e palavras cruzadas, também trabalham o intelecto e estimulam o senso psicomotor, importante para o bom funcionamento mental. Não abuse da televisão pois não requer nenhum esforço intelectual e em excesso atrofia a mente.

3) Não permita que o stress invada sua vida:

O estresss é um mecanismo de defesa natural do organismo ante um estímulo. Uma sensação que se segue durante muito tempo e não existe um motivo real que desencadeie, e quando isso acontece, pode afetar seriamente a saúde de uma pessoa. Suas conseqüências podem ser; fadiga, insônia, nervosismo, ansiedade, angustia, dores na coluna e nuca, situações de brigas e confusões, entre outras.

Para evitar que nos afete a vida cotidiana:

• Durma o suficiente para um bom descanso físico e principalmente mental, de 7 a 8 horas é o suficiente;

• Respire profundamente sempre que puder. Faca inspirações e expirações profundas, principalmente quando estiver nervoso;

• Trate de relaxar a mente e evitar pensamentos negativos. Técnicas de meditação e Yoda ajudam muito;

• Presentei-se com massagens ou banhos relaxantes;

• Cultive mais suas relações sociais, culturais, e familiares;

• Não deixe de fazer as atividades que lhe são prazerosas. Como praticar um esporte, jantar com os amigos, ir ao cinema, ou qualquer coisa que te proporcione uma sensação de muito prazer.

4) Beba mais água:

O corpo precisa manter-se sempre hidratado. Além do mais a água ajuda eliminar as toxinas acumuladas e melhora a função renal. O ideal é beber de 2 a 3 litros diários. Por isso mantenha sempre por perto uma garrafa de agora. Isso ajudará a manter o hábito.

5) Abandone o hábito de fumar:

Deixar o tabaco não é fácil porque implica em uma dependência física (nicotina), e psíquica (o vício). Mas lembre-se que este é um mal que pode provocar doenças respiratórias, envelhecimento precoce, e até o câncer. Diminuir aos poucos o cigarro não dá muito certo, porque ao primeiro sinal de ansiedade a quantidade aumenta. O ideal seria que deixasse de fumar por completo, e substituísse o vício por uma atividade mais saudável, como a prática de um esporte por exemplo. Aproveite o começo de um novo ano e mude por completo esse hábito. Com certeza você se sentirá muitoooo melhor.

6) Crie um ambiente saudável ao seu redor:

Nossa casa pode ser uma boa fonte de saúde. Crie um ambiente acolhedor, confortável e que se sinta bem. Mantenha sempre um clima saudável entre os familiares e amigos. Transforme sua casa em um delicioso lar. No ambiente de trabalho faca a mesma coisa. Construa relacionamentos saudáveis. Manter boas relações com os amigos, companheiros de trabalho, e família é essencial para o bem estar pessoal.

7) Mantenha sob controle sua pressão arterial e colesterol:

Segundo estudos recentes, reduzir o consumo de sal e álcool, realizar exercício físico e tentar ficar longe das situações de stress, ajuda a manter os níveis de pressão ótimos. Os benefícios são ainda maiores, se aumentar o consumo de frutas e verduras e reduzir gorduras saturadas da alimentação. Uma ótima preço é considerada à 120/80mmHg ( popularmente 12/8 ( doze por oito) . Atingindo 140/90mmHg é bom ficar atento ou procurar um médico pois pode indicar algum sinal de hipertensão. Devemos ficar realmente muito atentos com a dieta, para que consigamos manter os níveis de colesterol ideais. Aproveite o inicio do ano e procure um médico para fazer os exames necessários que possam indicar os níveis de colesterol bom ( HDL) e o mal (LDL). Assim será muito mais fácil controlar, e saber o que deve ser mudado em seus hábitos alimentares.

8) Exercite-se para ter um corpo saudável:

Exercícios físicos são fundamentais para uma vida saudável.Entre seus múltiplos benefícios estão: o fortalecimento do sistema imunológico, a melhora da flexibilidade, reduzindo o risco de lesões, melhora resistência do sistema cardiovascular aumenta a oxigenação pulmonar e cerebral entre outros. A pratica regular dos exercícios físicos além de aumentar a auto-estima, o bom humor e ajudar até a dormir melhor, provoca uma deliciosa sensação de bem estar físico e mental, graças a liberação do hormônio endorfina, responsável por essas sensações. Segundo médicos, basta uma hora por dia de caminhada ininterrupta para que você se torne uma pessoa muito mais saudável. Presenteie-se… Procure um profissional qualificado para iniciar seus exercícios e comece seu ano muito bem.

9) Aconteça o que acontecer SORRIA!!!!

O riso não é só uma manifestação de alegria, e sim uma das melhores ferramentas e a mais natural para melhorar nossa saúde.Cerca de 400 músculos se movimentam quando sorrimos.O riso fortalece o sistema imunológico sendo que provoca uma resposta cerebral que estimula a produção de neurotransmissores como a melatonina e a serotonina. A Melatonina previne os danos oxidativos e reduz o processo de envelhecimento . A serotonina regula a sensibilidade a dor, os estados depressivos, e a ansiedade. Também aumenta a capacidade pulmonar melhorando a oxigenação. Já que nos causa somente boas sensações então; SORRIA!!!!!!

10) Descubra o prazer nas coisas simples:

Curta os finais de semana com família, amigos, ou até sozinho… mas curta… Observe a natureza, os animais, o por do sol, a lua.

Viaje nos finais de semana, vá à praia, corra no parque ou apenas pare para ler um livro… É muito importante ter esse tempo de “DOLCE FAR NIENTE”. O ideal seria 1 hora por dia de simplesmente fazer o que mais gosta… Um esporte… ler um livro… ouvir musica… falar com amigos… curtir a família…. enfim… Se sentir bem e FELIZ!

Priscilla de Arruda Camargo é Graduada pela Escola de Ed. Física e Esporte da USP; Pós-graduada em “Prescrição de Exercícios na Saúde na Doença e no Envelhecimento”; Especialista em nutrição esportiva; entre outros.

Fonte:http://www.melhoramiga.com.br/2011/02/10-habitos-para-uma-vida-saudavel/

Alimentos indispensáveis para a saúde


O site da revista britânica Times conversou com diversos nutricionistas e montou uma lista com vinte alimentos que não podem ficar de fora do cardápio. Os itens vão de frutas a carnes brancas e a vantagem é que a maioria deles está ao alcance de todos.

Entre os alimentos citados, alguns auxiliam a reduzir as taxas de colesterol: as azeitonas, a aveia, os peixes oleosos como salmão, sardinha e atum e o ovo, que até há pouco tempo era visto como vilão na alimentação. Ricos em vitaminas A, B e C, o tomate e a ervilha também são lembrados. Dois alimentos citados prometem a perda depeso: o chilli, iguaria mexicana, queima até 15% de calorias até duas horas após o consumo e as amêndoas, se aliadas a uma dieta, ajudam a emagrecer por serem ricas em gorduras monoinsaturadas. O chocolate amargo e a cúrcuma, condimento indiano, não ficaram de fora por conterem ação antioxidante. As massas, na versão integral, fornecem energia ao cérebro e coração e contém ferro, assim como a salsa, se o consumo for de pelo menos 30 gramas.

E, para surpresa de muitos, a lista conta com dois alimentos que estão frequentemente presentes no prato dos brasileiros: o feijão cozido e a batata. De acordo com Simone Simas, nutricionista da Prolab – Centro Diagnóstico Cardiológico, a batata é uma fonte de vitamina C e muito nutritiva. “A batata é um alimento rico em carboidratos que contém triptofano e lítio, os quais agem na depressão,” diz. O feijão cozido, por sua vez, é rico em vitaminas do complexo B, ferro, potássio e fibras e, segundo Simone, em conjunto com o arroz, forma uma combinação perfeita. “O feijão e o arroz se complementam, isso porque os aminoácidos deficientes no feijão estão presentes no arroz. Além disso, a mescla dos dois alimentos resulta em um prato que equivale a uma carne” afirma.

Fonte: http://www.melhoramiga.com.br/2010/03/alimentos-indispensaveis-para-a-saude/

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Diabetes


Esse assunto é muiiito sério!! Preste atenção ao interessante texto a seguir e tome as providências para não sofrer desse mal que está atingindo muita gente geralmente devido as facilidades da vida moderna...

DIABETES MELLITUS ( DM )

Sinônimos: Diabetes, hiperglicemia

Nomes populares: Açúcar no sangue, aumento de açúcar

O que é?

Doença provocada pela deficiência de produção e/ou de ação da insulina, que leva a sintomas agudos e a complicações crônicas características.

O distúrbio envolve o metabolismo da glicose, das gorduras e das proteínas e tem graves conseqüências tanto quando surge rapidamente como quando se instala lentamente. Nos dias atuais se constitui em problema de saúde pública pelo número de pessoas que apresentam a doença, principalmente no Brasil.

Apresenta diversas formas clínicas, sendo classificado em:

Diabetes Mellitus tipo I:

Ocasionado pela destruição da célula beta do pâncreas, em geral por decorrência de doença auto-imune, levando a deficiência absoluta de insulina.

Diabetes Mellitus tipo II:

Provocado predominantemente por um estado de resistência à ação da insulina associado a uma relativa deficiência de sua secreção.

Outras formas de Diabetes Mellitus:

quadro associado a desordens genéticas, infecções, doenças pancreáticas, uso de medicamentos, drogas ou outras doenças endócrinas.

Diabetes Gestacional:

Circunstância na qual a doença é diagnosticada durante a gestação, em paciente sem aumento prévio da glicose.

COMO SE DESENVOLVE?

Conforme pode ser observado no item acima (formas clínicas), são várias as causas do DM.

No DM tipo I, a causa básica é uma doença auto-imune que lesa irreversivelmente as células pancreáticas produtoras de insulina (células beta). Assim sendo, nos primeiros meses após o início da doença, são detectados no sangue dos pacientes, diversos anticorpos sendo os mais importantes o anticorpo anti-ilhota pancreática, o anticorpo contra enzimas das células beta (anticorpos antidescarboxilase do ácido glutâmico - antiGAD, por exemplo) e anticorpos anti-insulina.

No DM tipo II, ocorrem diversos mecanismos de resistência a ação da insulina, sendo o principal deles a obesidade, que está presente na maioria dos pacientes.

Nos pacientes com outras formas de DM, o que ocorre em geral é uma lesão anatômica do pâncreas, decorrente de diversas agressões tóxicas seja por álcool, drogas, medicamentos ou infecções, entre outras.

O QUE SE SENTE ?

Os sintomas do DM são decorrentes do aumento da glicemia e das complicações crônicas que se desenvolvem a longo prazo.

Os sintomas do aumento da glicemia são:

· sede excessiva

· aumento do volume da urina,

· aumento do número de micções

· surgimento do hábito de urinar à noite

· fadiga, fraqueza, tonturas

· visão borrada

· aumento de apetite

· perda de peso.

Estes sintomas tendem a se agravar progressivamente e podem levar a complicações severas que são a cetoacidose diabética (no DM tipo I)(**) e o coma hiperosmolar (no DM tipo II)(***).

Os sintomas das complicações envolvem queixas visuais, cardíacas, circulatórias, digestivas, renais, urinárias, neurológicas, dermatológicas e ortopédicas, entre outras.

Sintomas visuais:

O paciente com DM descompensado apresenta visão borrada e dificuldade de refração. As complicações a longo prazo envolvem diminuição da acuidade visual e visão turva que podem estar associadas a catarata ou a alterações retinianas denominadas retinopatia diabética. A retinopatia diabética pode levar ao envolvimento importante da retina causando inclusive descolamento de retina, hemorragia vítrea e cegueira.

Sintomas cardíacos:

Pacientes diabéticos apresentam uma maior prevalência de hipertensão arterial, obesidade e alterações de gorduras. Por estes motivos e, principalmente se houver tabagismo associado, pode ocorrer doença cardíaca. A doença cardíaca pode envolver as coronárias, o músculo cardíaco e o sistema de condução dos estímulos elétricos do coração. Como o paciente apresenta em geral também algum grau de alteração dos nervos do coração, as alterações cardíacas podem não provocar nenhum sintoma, sendo descobertas apenas na presença de sintomas mais graves como o infarto do miocárdio, a insuficiência cardíaca e as arritmias.

Sintomas circulatórios:

Os mesmos fatores que se associam a outras complicações tornam mais freqüentes as alterações circulatórias que se manifestam por arteriosclerose de diversos vasos sangüíneos. São freqüentes as complicações que obstruem vasos importantes como as carótidas, a aorta, as artérias ilíacas, e diversas outras de extremidades. Essas alterações são particularmente importantes nos membros inferiores (pernas e pés), levando a um conjunto de alterações que compõem o "pé diabético". O "pé diabético" envolve, além das alterações circulatórias, os nervos periféricos (neuropatia periférica), infecções fúngicas e bacterianas e úlceras de pressão. Estas alterações podem levar a amputação de membros inferiores, com grave comprometimento da qualidade de vida.

Sintomas digestivos:

Pacientes diabéticos podem apresentar comprometimento da inervação do tubo digestivo, com diminuição de sua movimentação, principalmente em nível de estômago e intestino grosso. Estas alterações podem provocar sintomas de distensão abdominal e vômitos com resíduos alimentares e diarréia. A diarréia é caracteristicamente noturna, e ocorre sem dor abdominal significativa, freqüentemente associado com incapacidade para reter as fezes (incontinência fecal).

Sintomas renais:

O envolvimento dos rins no paciente diabético evolui lentamente e sem provocar sintomas. Os sintomas quando ocorrem em geral já significam uma perda de função renal significativa. Esses sintomas são: inchume nos pés (edema de membros inferiores), aumento da pressão arterial, anemia e perda de proteínas pela urina (proteinúria).

Sintomas urinários:

Pacientes diabéticos podem apresentar dificuldade para esvaziamento da bexiga em decorrência da perda de sua inervação (bexiga neurogênica(*)). Essa alteração pode provocar perda de função renal e funcionar como fator de manutenção de infecção urinária. No homem, essa alteração pode se associar com dificuldades de ereção e impotência sexual, além de piorar sintomas relacionados com aumento de volume da próstata.

Sintomas neurológicos:

O envolvimento de nervos no paciente diabético pode provocar neurites agudas (paralisias agudas) nos nervos da face, dos olhos e das extremidades. Podem ocorrer também neurites crônicas que afetam os nervos dos membros superiores e inferiores, causando perda progressiva da sensibilidade vibratória, dolorosa, ao calor e ao toque. Essas alterações são o principal fator para o surgimento de modificações na posição articular e de pele que surgem na planta dos pés, podendo levar a formação de úlceras ("mal perfurante plantar"). Os sinais mais característicos da presença de neuropatia são a perda de sensibilidade em bota e luva, o surgimento de deformidades como a perda do arco plantar e as "mãos em prece" e as queixas de formigamentos e alternância de resfriamento e calorões nos pés e pernas, principalmente à noite.

Sintomas dermatológicos:

Pacientes diabéticos apresentam uma sensibilidade maior para infecções fúngicas de pele (tinha corporis, intertrigo) e de unhas (onicomicose). Nas regiões afetadas por neuropatia, ocorrem formações de placas de pele engrossada denominadas hiperceratoses, que podem ser a manifestação inicial do mal perfurante plantar.

Sintomas ortopédicos:

A perda de sensibilidade nas extremidades leva a uma série de deformidades como os pés planos, os dedos em garra, e a degeneração das articulações dos tornozelos ou joelhos ("Junta de Charcot").

Fatores de Risco para o Diabetes Mellitus

Existem situações nas quais estão presentes fatores de risco para o Diabetes Mellitus, conforme apresentado a seguir:

· Idade maior ou igual a 45 anos

· História Familiar de DM ( pais, filhos e irmãos)

· Sedentarismo

· HDL-c baixo ou triglicerídeos elevados

· Hipertensão arterial

· Doença coronariana

· DM gestacional prévio

· Filhos com peso maior do que 4 kg, abortos de repetição ou morte de filhos nos primeiros dias de vida

· Uso de medicamentos que aumentam a glicose ( cortisonas, diuréticos tiazídicos e beta-bloqueadores)

Objetivos do Tratamento

Os objetivos do tratamento do DM são dirigidos para se obter uma glicemia normal tanto em jejum quanto no período pós-prandial, e controlar as alterações metabólicas associadas.

TRATAMENTO

O tratamento do paciente com DM envolve sempre pelos menos 4 aspectos importantes:

Plano alimentar: É o ponto fundamental do tratamento de qualquer tipo de paciente diabético. O objetivo geral é o de auxiliar o indivíduo a fazer mudanças em seus hábitos alimentares, permitindo um controle metabólico adequado. Além disso, o tratamento nutricional deve contribuir para a normalização da glicemia, diminuir os fatores de risco cardiovascular, fornecer as calorias suficientes para manutenção de um peso saudável, prevenir as complicações agudas e crônicas e promover a saúde geral do paciente. Para atender esses objetivos a dieta deveria ser equilibrada como qualquer dieta de uma pessoa saudável normal, sendo individualizada de acordo com as particularidades de cada paciente incluindo idade, sexo, situação funcional, atividade física, doenças associadas e situação sócioeconômico-cultural.

Composição do plano alimentar

A composição da dieta deve incluir 50 a 60% de carboidratos, 30% de gorduras e 10 a 15% de proteínas. Os carboidratos devem ser preferencialmente complexos e ingeridos em 5 a 6 porções por dia. As gorduras devem incluir no máximo 10% de gorduras saturadas, o que significa que devem ser evitadas carnes gordas, embutidos, frituras, laticínios integrais, molhos e cremes ricos em gorduras e alimentos refogados ou temperados com excesso de óleo. As proteínas devem corresponder a 0,8 a 1,0 g/kg de peso ideal por dia, o que corresponde em geral a 2 porções de carne ao dia. Além disso, a alimentação deve ser rica em fibras, vitaminas e sais minerais, o que é obtido pelo consumo de 2 a 4 porções de frutas, 3 a 5 porções de hortaliças, e dando preferência a alimentos integrais. O uso habitual de bebidas alcoólicas não é recomendável, principalmente em pacientes obesos, com aumento de triglicerídeos e com mau controle metabólico. Em geral podem ser consumidos uma a duas vezes por semana, dois copos de vinho, uma lata de cerveja ou 40 ml de uísque, acompanhados de algum alimento, uma vez que o álcool pode induzir a queda de açúcar (hipoglicemia).

Atividade física: Todos os pacientes devem ser incentivados à pratica regular de atividade física, que pode ser uma caminhada de 30 a 40 minutos ou exercícios equivalentes. A orientação para o início de atividade física deve incluir uma avaliação médica adequada no sentido de avaliar a presença de neuropatias ou de alterações cardio-circulatórias que possam contra-indicar a atividade física ou provocar riscos adicionais ao paciente.

COMO SE PREVINE ?

A prevenção do DM só pode ser realizada no tipo II e nas formas associadas a outras alterações pancreáticas. No DM tipo I, na medida em que o mesmo se desenvolve a partir de alterações auto-imunes, essas podem ser até mesmo identificadas antes do estado de aumento do açúcar no sangue. Esse diagnóstico precoce não pode ser confundido porém com prevenção, que ainda não é disponível.

No DM tipo II, na medida em que uma série de fatores de risco são bem conhecidos, pacientes que sejam portadores dessas alterações podem ser rastreados periodicamente e orientados a adotarem comportamentos e medidas que os retire do grupo de risco.

Assim é que pacientes com história familiar de DM, devem ser orientados a:

  • manter peso normal
  • praticar atividade física regular
  • não fumar
  • controlar a pressão arterial
  • · evitar medicamentos que potencialmente possam agredir o pâncreas (cortisona, diuréticos tiazídicos)

Essas medidas, sendo adotadas precocemente, podem resultar no não aparecimento do DM em pessoa geneticamente predisposta, ou levar a um retardo importante no seu aparecimento e na severidade de suas complicações.

------

(*)Bexiga neurogênica se refere à disfunção da bexiga urinária devido a doença do sistema nervoso central ou nervos periféricos envolvidos no controle da micção. A bexiga neurogênica pode ser hipoativa (incapaz de se contrair, não esvaziando adequadamente) ou hiperativa (esvaziando por reflexos incontroláveis).

(**)A cetoacidose diabética é uma doença em que seu sangue fica repleto de cetonas, que são os restos que seu corpo produz quando queima gordura em vez de glicose para obter energia. As pessoas que não têm diabetes tipo 2 não desenvolvem graves problemas de saúde devido a um alto nível de cetonas. Entretanto, a doença apresenta uma ameaça muito grave às pessoas com diabetes tipo 1.

(***)Coma Hiperosmolar é um processo mais lento que a ceto-acidose, pois os pacientes tem uma certa reserva de insulina, então eles não desenvolvem a Cetose, sendo que os sintomas variam com alterações de sistema nervoso, conforme a gravidade do quadro, de um simples torpor a coma profundo. É um quadro de bastante gravidade e risco de vida se não for devidamente tratado.

Fontes:

http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?127 http://pt.wikipedia.org/wiki/Bexiga_neurog%C3%AAnica

http://saude.hsw.uol.com.br/diabeticos-cetoacidose1.htm

http://www.diabetes.etc.br/coma-hiperosmolar

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Candidíase de repetição, a solução está na alimentação


É muito comum observar mulheres que sofrem com a recorrência de candidíase, aquela infecção vaginal que coça, arde e gera um corrimento esbranquiçado muito incômodo. E é um tal de usar óvulo, pomada, pílula contra a Cândida, e logo mais, está ela lá… De volta! E começa tudo de novo…

Esse episódio, no entanto vai se repetir inúmeras vezes, se não houver, acima de tudo mudanças extremamente necessárias na alimentação.

Isso por que a Cândida albicans, responsável por toda essa problemática, não se localiza exclusivamente na vagina. Ela, na verdade, é uma moradora antiga do nosso próprio corpo.

Esse fungo reside no nosso intestino, e por incrível que pareça sua presença é benéfica para nós, desde que ela esteja sob controle, em pequena concentração. Aí ela faz o seu papel de digerir partículas mortas, e fica tudo bem.

Para que esse controle seja garantido, temos que ter no nosso intestino uma quantidade maior de bactérias probióticas, ou seja, bactérias boas ali. (Temos na nossa mucosa intestinal, uma microflora bacteriana, composta por baterias boas e ruins, além dos fungos, que competem por espaço o tempo todo. A preponderância de bactérias boas no nosso intestino determina a saúde do indivíduo)

O problema começa, quando, por algum motivo, a Cândida começa a se desenvolver e a proliferar deliberadamente. Nesse caso, ela consegue ir além da mucosa intestinal, alcançando circulação, trato urinário (causa da maioria das cistites recorrentes), trato vaginal (causando candidíase vaginal), etc.

O tratamento local da candidíase (óvulos, pomadas…) não vai tratar a causa (aumento de fungos no organismo), e sim a infecção na vagina. Por isso, sozinho, não é eficaz.

Vários fatores podem desencadear esse crescimento desenfreado de fungos, sendo o o uso de antibióticos o principal deles (mata toda a flora intestinal, dando espaço de sobra para a Cândida procriar); no entanto, o estresse, o uso de antconcepcionais orais por longo período, antiinflamatórios, dieta rica em açúcar, lactose e carboidratos refinados também podem levar a esse problema.

As conseqüências vão além da candidíase vaginal ou cistite recorrente. Perda de libido, irritabilidade, fadiga, aumento de peso, compulsão por doces e carboidratos, alergias, doenças auto-imune (como hipotireoidismo e diabetes) e câncer são uma possível realidade para a maioria das mulheres com supercrescimento fúngico (e olha que são muuuitas!).

O tratamento consiste em retirar todos os alimentos que estimulam o crescimento fúngico, como açúcar, mel, melado, doces, pães refinados, alimentos fermentados como pães, cerveja, vinagre, vinho, alimentos em conserva, embutidos… A quantidade de carboidratos deve ser regulada, inclusive a quantidade de frutas, e dependendo do caso, somente frutas com pouca frutose são permitidas.

Na dieta alimentar são incluídos alimentos com ação antifúngica, como as sementes de abóbora (usadas como farinha salgada na comida, depois de triturada), orégano e tomilho, romã (toma-se o suco, que se prepara batendo a polpa e as sementes , onde está o composto ativo contra a Cândida.), óleo de coco extra virgem (pode ser usado no suco de fruta ou no chá. Crú. Basta misturar.). Muitas outras estratégias terapêuticas alimentares são utilizadas, inclusive para modular o sistema imune.

Suplementos fitoterápicos também são importantes nessa matança fúngica. Durante esse tratamento, a flora intestinal vai sendo reestabelecida (o uso de suplemento probiótico, que contem bactérias boas, é fundamental), e o fígado vai sendo cuidado com muito carinho, pois é ele quem recebe todas as toxinas dos fungos que estão sendo exterminados. Dessa forma, a detox / alimentação desintoxicante deve ser feita simultaneamente.

O tratamento exige força de vontade, mas, como prêmio, a pessoa se vê livre dessas infecções vaginais constantes, melhora a disposição, a libido, a saúde em geral, o humor, a estética, e ainda evita o triste destino repleto de sérias conseqüências, resultante de um longo período de exposição à essa maldita Cândida Albicans! Declare guerra !

Flávia Cyfer é Nutricionista clínica Funcional.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

O medo de não emagrecer...


O verão está aí, e com certeza você conhece alguém que está se preparando para o calor com dietas radicais. Talvez você mesmo já esteja reduzindo porções e cortando alimentos que supostamente atacam a silhueta, o que pode afetar a saúde e nem sempre resulta em quilos a menos. Mas o que acha se eu disser que você já tem todos os recursos necessários para emagrecer com saúde?

A Programação Neurolinguística é uma ciência que auxilia o homem a utilizar seu cérebro de maneira favorável para alcançar os resultados que deseja. É um estudo das experiências internas, que oferece um meio de auto conhecimento, acesso e desenvolvimento do potencial criativo. A PNL é como um manual de instruções para a mente. Sendo aplicada ao emagrecimento saudável, oferece inúmeras ferramentas emocionais para o perfeito controle das funções cognitivas do ser humano, gerando um bem estar físico, mental e como consequência o emagrecimento desejado.

Cada pensamento que a pessoa tem sobre a vida, sobre si mesmo ou sobre o seu corpo funciona como uma profecia auto-realizadora. Queremos nos sentir confiantes, saudáveis e esbeltos, mas o medo de não emagrecer gerado por pensamentos direcionam a atenção para as insatisfações já conhecidas em relação ao próprio corpo - como "não quero mais ter esse peso" ou "não suporto essa barriga". Essas frases criam um estado interno negativo.

O estado interno é uma combinação de nossos pensamentos, emoções e sentimentos responsáveis pela nossa maneira de ser e de agir. Estados internos negativos prolongados prejudicam a saúde e trazem como consequência o aumento da produção de Cortizol (hormônio do stress), afetando a ação do metabolismo. Se a pessoa afirma que quer manter-se magra e tem um sentimento de que não vai conseguir, é a esta dúvida que o seu sistema neurofisiológico vai responder.

O processo de emagrecimento através de técnicas e estratégias da PNL é principalmente evolutivo e transformador, pois proporciona o aprendizado de novas habilidades comportamentais úteis e saudáveis. Você pode reprogramar sua mente, fazendo-a passar de um estado negativo para um estado positivo pela simples escolha de palavras e de imagens internas mais adequadas e assertivas. Crie frases motivadoras que sejam congruentes com o processo de emagrecimento, como "fico motivado quando percebo que estou mais leve", "tenho certeza que a cada dia me tornarei mais confiante" ou "decidi que vou ficar cada vez mais saudável". Muita gente acredita que só vai conseguir um corpo saudável com ajuda externa, como técnicas cirúrgicas ou regimes rigorosos. Mas é importante lembrar que a força essencial da vida está dentro do nosso corpo, e não fora dele.

Dicas para alimentação saudável...


1. Mantenha um diário alimentar. Coloque na porta da geladeira, se necessário, uma folha onde deve escrever o que come, evitando assim, o abuso de certos alimentos.
2. Coma mais cenouras. Pessoas que são mais compulsivas para comer à noite acabam comendo menos, deixando de repetir o prato, se antes de iniciar a refeição ou quando chegar em casa comer algumas pequenas cenouras.
3. Diga não aos doces. Troque por frutas desidratadas ou bananas, mas evite doces e chocolate.
4. Evite tomar bebidas alcoólicas.
5. Evite os alimentos gordurosos. Não ingira mais que 30 gramas de gordura por dia.
6. Elimine a manteiga, a margarina e a maionese de sua dieta. No lugar da maionese use mostarda e no da manteiga use queijo ou iogurte natural, ambos são pobres em gordura e em calorias.
7. Existem certos beliscos que não engordam e você pode até levar para o cinema, evitando guloseimas que se vendem nestes locais; experimente frutas desidratadas sem açúcar e crocantes e alguns biscoitos fibrosos que se vendem em farmácias de manipulação e em lojas produtos naturais.
8. Não repita uma refeição. Faça quatro ou cinco pequenas refeições por dia no lugar de uma ou duas refeições de maior quantidade; para sobremesa coma frutas ou salada de frutas no lugar dos doces.
9. Não pule o café da manhã, ou mesmo uma refeição principal, assim a vontade de beliscar fora de hora será bem menor.
10. Tome um café da manhã rico em fibras com alguma proteína, como uma mistura de cereais com leite, uma torrada de pão integral com queijo com baixo teor de gordura; isto reduz o apetite por maior tempo evitando alimentos fora de hora.
11. Algumas pessoas sentem uma grande necessidade de comer doces após o jantar. Uma boa opção é tomar uma xícara de chá sem cafeína, como chá de ervas, adoçado com um pouco de mel, no lugar do açúcar.
12. Para não comer muito antes do jantar ao chegar em casa após a faculdade ou trabalho, uma dica é comer ou beber alguma coisa antes de ir para casa, como uma fruta ou uma bebida sem açúcar, como leite desnatado, suco de frutas ou água de côco.
13. Evite os biscoitos doces. Quanto mais você os come mais vontade terá de repetir.
14. Muitas pessoas que não se contêm na alimentação à noite melhoram bastante praticando exercícios físicos neste horário, por melhorar os níveis de endorfinas no cérebro.
15. Uma sugestão para se comer menos à noite é começar a refeição com vegetais, acrescentando molho de tomate de macarronada, alho e ervas, o que lhes dá maior sabor.
16. Assim que terminar de comer escove seus dentes. Esta prática desestimula a comer de novo porque altera o sabor da comida.
17. Se você gosta de tomar leite passe a beber o desnatado; a diferença é de 16 calorias por copo em relação ao leite integral.
18. Faça uma lista de seus maus hábitos alimentares, como procurar alimentos açucarados, salgados ou frituras. Procure eliminar um de cada vez da sua dieta; será mais fácil do que retirá-los todos de uma só vez.
19. Durma bem. Quando você não dorme o tempo necessário seu organismo necessita de mais energia e você acaba comendo mais do que deve. Dormir bem ajuda a emagrecer.
20. Se você sempre tem vontade de comer fora de hora, pode usar um truque: coma uma fruta.
21. Substituir doces por banana funciona bem e ajuda a emagrecer além de ser bem nutritiva.
22. Você já experimentou as bananinhas desidratadas sem açúcar? São ótimas.
23. Troque seu refrigerante por chá, água de côco, suco de fruta ou suco de tomate. Uma lata de refrigerante contém cerca de 150 calorias enquanto um copo de suco de tomate contém apenas 30 calorias.
24. Tome água. Pegue uma garrafa de água de 250 ml e leve para a sala de aula ou em casa. Vá tomando e torne a enchê-la e tomá-la.
25. Tome chá verde pela manhã antes de praticar exercícios. O chá verde hidrata, tem propriedades antioxidantes, protege contra o câncer de pele, aumenta a energia e ajuda a queimar gordura.
26. Para evitar fazer alguns beliscos desnecessários durante o dia uma boa dica é mascar chicletes sem açúcar. Além de desviar a atenção dos beliscos ainda você consegue queimar onze calorias extras por hora ao mascar chiclete.
27. Antes de comer alguma coisa extra, pergunte a você mesmo se está realmente com fome.
28. Para algumas pessoas que têm muita vontade de beliscar à noite comer picles é uma boa opção. Seu sabor forte acaba tirando a vontade de comer mais alguma coisa e tem baixo valor calórico.
29. Coma mais frutas como maçã e laranjas. Fazem bem à saúde e reduzem a vontade de comer doces.
30. Uma bela salada verde misturada com atum, sardinha ou ovo cozido, coberta com iogurte natural, bem temperada com alho e ervas, como orégano, funciona bem antes do jantar. É saudável, nutritivo e diminui aquela necessidade de comer algo que sacie rápido como pão, batata e alimentos gordurosos.
31. Se convidado para sair para jantar com amigos, ou mesmo para comer aquele espetinho de carne e farofa bem calóricos, que tal convidá-los para jantar em sua casa e fazer uma comida saudável, pobre em gordura e evitando exageros com massas e arroz. Assim, você agrada os amigos e mantém controle da situação, o que não acontece quando você come fora de casa.
32. Se tiver de comer fora de casa, procure um restaurante japonês; seu estilo alimentar é interessante, com menor quantidade de alimentos de alto valor nutricional. Outra opção são os restaurantes vegetarianos.
33. Coma devagar, mastigue bem os alimentos e procure sentir bem seu sabor. Assim você comerá de forma correta facilitando sua digestão e em menor quantidade.
34. Sempre pratique exercícios.

Salada para quem está na Menopausa


RICA EM ANTIOXIDANTES, ESTA SALADA É UMA ÓTIMA DICA PARA A PELE DAS MULHERES QUE ESTÃO ENTRANDO NA MENOPAUSA. E O MELHOR: TEM APENAS 190 KCAL (ACRESCENTANDO 1 COLHER DE SOBREMESA DE AZEITE NO TEMPERO).

INGREDIENTES:

-5 folhas de alface-americana (rica em fibras)

- 6 morangos (rico em antocianidinas: antioxidantes que auxiliam a combater o envelhecimento da pele)

- 3 castanhas-do-pará (energética e rica em ácidos graxos insaturados e em selênio,um mineral antioxidante)

-30 g de tofu (derivado da soja, rico em proteínas, minerais e lecitina, que ajuda a melhorar o perfil liídico)

PREPARO:

Pique o alface, os morangos e as castanhas-do-pará e amasse o tofu. Misture os ingredientes e tempere com uma mistura de azeites (para prepará-la use partes iguais de azeites de oliva, de linhaça e de macadâmia).

Essa mistura de azeites, rica em gorduras monoinsaturadas e ômega-3, é indicada para quem tem problemas de circulação.

Perder peso é bom para a memória!


PERCA PESO ( MAIS NÃO MUITO) PARA MELHORAR A MEMÓRIA.

Idosos que mantêm um peso saudável podem estar preservando sua memória, segundo estudo da Escola de Saúde Publica Johns Hopkins Bloomberg, nos EUA. Os resultados da pesquisa indicaram que a obesidade aumenta em 80% o risco de ter a doença de Alzheimer e estar abaixo do peso normal também aumenta em 36% as chances de desenvolver problemas cognitivos.

Os especialistas analisaram dez estudos internacionais realizados entre 1995 e 2007 sobre a relação peso corporal e risco de demência. E os resultados incentivaram os autores a encorajar a adoção de um estilo de vida saudável para a prevenção de problemas cognitivos, que afetam milhões de pessoas nos EUA.

O poder das frutas...


ELAS SÃO COLORIDAS, SABOROSAS E MUITO NUTRITIVAS. EM RECEITAS DE SUCOS OU CHÁS, REFORÇÃM A SUA SAÚDE E GARATEM MAIS QUALIDADE DE VIDA. ESPECIALISTAS RECOMENDAM O CONSUMO DE PELO MEMOS TRÊS FRUTAS DIFERENTES POR DIA. O QUE VOCÊ ESTÁ ESPERANDO?

CONHEÇAS AS PROPRIEDADES DE ALGUMAS DELAS E ADOTE JÁ ESSAS DELÍCIAS EM SEU CARDÁPIO!

ABACATE:

Propriedades: carboidratos, vitaminas A, D, E e do complexo B, potássio, fósforo, cálcio, ferro e sódio.

Bom para: eliminar toxinas do sangue, regular o mau colesteral e o funcionamento do figado, rins e aparelho digestivo. Também previne tumores.

Contra-indicações: bastante clórico, deve ser consumido com moderação ou evitado por quem está acima de peso.

ABACAXI:

Propriedades: bromelina, vitamica A e C, carboidratos, proteinas, fibras, potássio, cálcio, ferro e fósforo.

Bom para : anemia, retenção de líquidos, má digestão e intestino preso.

REDUZIR O MAU COLESTEROL

No liquidificador, bata 2 copos (200 ml cada) de água filtrada, 1 xícara (chá) de acerola, 2 rodelas de abacaxi e o suco de 1 limão. Coe e tome 1 copo (200 ml) 2 vezes ao dia durante 3 semanas.

ACEROLA:

Propriedades: vitaminas A, B1 ,B2 e C, cálcio, fósforo e ferro.

Boa para: tratar gripes e resfriados, diabete, problemas no fígado e regular o intestino.

GRIPES E RESFRIADOS

Bata no liquidificador 4 xícaras (chá) de suco de laranja, 2 saquinhos de polpa de acerola congelada, 3 xícaras (chá) de água filtrada e mel a gosto. Tome 1 copo (200 ml) a cada 4 horas.

AMEIXA:

Propriedades: vitaminas A e C, fósforo, cálcio, ferro e magnésio.

Boa para: intestino preso, retenção de líquidos, inflamções nas vias urinárias, problemas do fígado e estômago, fraqueza, reumatismo, artrite, gota e doenças respiratórias.

PRISÃO DE VENTRE

Coloque 1 xícara (chá) de ameixas secas sem caroços picadas em 1 copo (200 ml) de água fervente. Espere amornar, coe e beba em seguida.

AMORA:

Propriedades: vitaminas A, B1, B2, B6, C e E, ferro, magnésio e cálcio.

Boa para: tratar de infecções na boca e garganta, diarréia, reumatismo e febre. Também controla o mau colesterol.

BANANA:

Propriedades: potássio, ferro, fibras e vitaminas B6 e C .

Boa para: prevenir cãibras, fortalecer os ossos, melhorar os batimentos cardíacos e repor energias.

CÃIBRAS

No liquidificador, bata e bananas nanicas, 1/2 litro de água filtrada e 2 colheres (sopa) de aveia. Adoce com mel e beba 2 xícaras (chá) por dia.

CAJU:

Propriedades: fibras, carboidratos, vitamina C, ferro, cálcio e potássio.

Bom para: proteger contra anemia, regular a pressão arterial e os níveis de colesterol. Também combate os radicais livres, a gripe e o resfrido.

CAQUI:

Propriedades: vitaminas A, C, B1 e B2, ferro, cálcio, potássio, fibras, beta-caroteno e ácido galactogênico.

Bom para: cãibras, prisão de ventre e baixa imunidade. Ainda previne o câncer e aumenta a produção de leite materno.

Contra-indicações: por ser abortivas, as sementes do caqui não devem ser consumidas por gestantes.

ELIMINAR O CATARRO

Leve ao fogo a polpa sem sementes e 4 caquis, 8 colheres (sopa) de mel e 1 copo (300 ml) de água até esgrossar. Tome 2 colheres (sopa) do xarope morno 3 vezes ao dia.

COCO:

Propriedades: gorduras, vitaminas B1, B2, B6 e C, potássio, fósforo, cálcio, magnésio, sódio e ferro.

Bom para: a água regula o intestino e combate a desidratação. A polpa é utilizada na culinária e em tratamentos para a pele.

Contra-indicações: não deve ser consumido por pessoas acima do peso e diabéticas, pois sua polpa é clórica e possui alto teor de açucar natural,

FIGO:

Propriedades: fibras, vitaminas, cálcio, fósforo, ferro e potássio.

Bom para: anemia, dor de garganta, gripes e resfriados. Também fortalece músculos e ossos.

ACALMAR DOR DE GARGANTA

Cozinhe 1/2 kg de figo descascado, 1/2 xícara (chá) de mel e 1 litro de água. Coe e faça gargarejos com esse chá a cada 6 horas.

GOIABA:

Propriedades: licopeno, vitaminas A, B2, B3 e C, cálcio,ferro e fósforo.

Boa para: diarréia, infecções, gripes e resfriados. Age contra os radicais livres e previne tumores.

ANTIOXIDANTE

No liquidificador, bata 1 litro de água filtrada e 3 goiabas vermelhas, maduras e picadas. Coe, adoce com mel e beba em seguida.

JABUTICABA:

Propriedades: vitaminas B1, B2, C, cálcio, ferro e fósfora.

Boa para: erisipela, diarréia, ácido úrico e úlceras.

KIWI:

Propriedades: fibras, vitaminas A e C e do complexo B, cálcio, magnésio, potássio, fósforo e ferro.

Bom para: aterosclerose, gota e reumatismo. Melhora o funcionamento do intestino, atua como antioxidante e previne tumores.

COMBATER VIROSES

Bata no liquidificador 2 laranjas picadas sem casca e sem sementes. 1 kiwi descascado e picado, 2 maças picadas sem casca e sem sementes e 1 copo (200ml) de água-de-coco. Coe e tome em jejum.

LARANJA:

Propriedades: vitaminas A, B e C, flavonóides, ferro, cálcio, iodo, fósforo, potássio e selênio.

Boa para: regular as taxas do colesterol ruim e ácido úrico, prevenir o câncer e auxiliar na redução do peso.

LIMÃO:

Propriedades: vitaminas V, E e do complexo B, cálcio, magnésio, fósforo, potássio, zinco, cobre e ferro.

Bom para: aumentar as defesas do organismo, estimular a circulação sangüinea, reduzir a acidez estomacal combater o colesterol ruim e os radicais livres, controlar a pressão alta e facilitar a absorção de ferro das verduras verde-escuras.

Contra-indicações: deve ser evitado por pessoas com gastrite ou úlcera.

CONTROLAR PRESSÃO ALTA

Bata no liquidificador, 3 limões descascados e sem sementes, 2 dentes de alho descascados e 1 copo (200ml) de água-de-coco. Beba 1 vez ao dia.

MAÇA:

Propriedades: vitaminas A, B1, B2 e C, potássio, fósforo, ferro, magnésio e cálcio.

Boa para: eliminar toxinas, impedir a formação de placas de gordura nas artérias e controlar a diabete.

MAMÃO:

Propriedades: fibras, vitaminas A, C e do complexo B, fósforo, cálcio e ferro.

Bom para: prisão de ventre, acidez estomacal, cicatrização de ferimentos e inflamações em geral.

MARACUJÁ:

Propriedades: cálcio, ferro, potássio, vitaminas C e do complexo B e flavonóides.

Bom para: insônia, nervosismo e ansiedades.

Contra-indicações: gestantes e pessoas com pressão baixa devem evitá-lo.

CALMANTE NATURAL

Ferva as cascas de 1 maracuká e 1 copo (200 ml) de água. Espere amornar e coe. Tome adoçado com mel.

MELANCIA:

Propriedades: fibras, fósforo, ferro, potássio, cálcio, vitaminas A, C e do complexo B e licopeno.

Boa para: hidratar o organismo e combater a formação de tumores.

PERA:

Propriedades: vitaminas A e C, fibras, potássio, fósforo, ferro, cálcio, magnésio e enxofre.

Boa para: prisão de ventre e na prevenção de coenças cardio-vasculares, câncer e diabete.

PÊSSEGO:

Propriedades: potássio, cálcio, sódio, fósforo e vitaminas A e C.

Bom para: enjôo, febre e dores causadas pelas doenças respiratórias.

MELHORAR A DIGESTÃO

No liquidificador, bata a polpa de 1 pêssego com 1 copo (200ml) de água filtrada. Adoce com mel a gosto e tome após as refeições.

ROMÃ:

Propriedades: vitaminas A e do complexo B, cálcio, ferro, fósforo e potássio.

Bom para: prevenir câncer de colo do útero e equilibrar o colesteral.

Contra indicações: em excesso, o chá de romã pode ser indigesto e causar irritações no intestino.

DOR DE GARGANTA

Ferva 1 litro de água e 2 colheres (sopa) de cascas secas de romã. Espere amornar e coe. Faça gargarejos a cada 6 horas.

TOMATE:

Propriedades: ferro, fósforo, manganês e vitaminas A, C e do complexo B e licopeno.

Bom para: reduzir a incidência de tumores, combater o colesterol e regular a pressão arterial.

UVA:

Propriedades: carboidratos, proteinas, iodo, fósforo e vitaminas A,B e C.

Bom para: prevenir problemas cardíacos, ajudar no tratamento de úlceral e gastrites, melhorar o funcionamento do fígado e dos rins, auxiliar na eliminação de ácido úrico e ácido úrico e purificr o organismo.

C U R I O S I D A D E:

O abacate é um poderoso hidratante quando utilizado em máscaras para a pele e os cabelos. E lembre-se: se você for usar apenas a metade de um abacate, guarda a outra na geladeira, sem retirar o caroço, para durar mais.

Tomar 1 copo (200ml) de suco de romã por dia pode ajudar a combater a impotência sexual masculina.

As uvas verdes não possuem flavonóides, sendo assim não desempenham as mesmas funções terapêuticas que as uvas roxas.

S A I B A M A I S:

Bromelina encontrada no miolo do abacaxi, inclusive na parte central mais dura que muitas pessoas descartam na hora do consumo, a bromelina é uma enzima que desempenha 3 funções principais no organismo: dissolve o muco ou o catarro dos pulmões, facilitando a expectoração, auxilia na digestão e no melhor aproveitamento dos nutrientes e age como antiinflamatório.

Ácido galactogênico. Essa é a substância que faz do caqui uma fruta bastante conhecida entre as mulheres em fase de amamentação. Isso porque o ácido galactogênico aumenta a quantidade do leite produzido nesse período.

Fonte: http://www.dicasecia.com/page/14/