sábado, 21 de julho de 2012

Doze ervas que se deve ter em casa


Não é preciso morar no campo para aproveitar as propriedades provenientes das ervas. Ótimas purificadoras de ambientes, elas funcionam como protetoras da casa, quando plantadas em floreiras ou compondo arranjos. Muitas delas são associadas a símbolos de riqueza, prosperidade, amor. Os diferentes aromas e formas estimulam sensação de bem-estar e, ajudam a atrair coisas boas para o dia-a-dia.

Alho - tradicional amuleto de proteção e boa sorte. Na Roma Antiga, era mastigado cru antes de os soldados irem para as batalhas, pois dava resistência e força para enfrentar o inimigo. É fácil cultivá-lo em casa, basta enterrar um dentinho num vaso: “O melhor é plantar na cozinha ou manter sempre uma réstia de alho pendurada perto do fogão. Isso mantém a família unida e protegida das más influências”.

Artemísia - erva da vitalidade e do entusiasmo. Ajuda a superar períodos de cansaço ou baixa de energia. O nome vem do grego Artemis, evocando a deusa da fertilidade e da feminilidade: “Quando tive meu terceiro filho, enfeitei a casa toda com essa erva, que protege o momento do parto e das colheitas. É ótima para espantar os maus fluidos, e um galhinho colocado no sapato guarda as pessoas durante longas viagens”.

Arruda - utilizada pelas benzedeiras para espantar o mau-olhado, essa erva de cheiro forte tem efeito protetor, simbolizando o arrependimento. É ótimo tê-la por perto: “Estimula a consciência dos próprios erros e ilumina as decisões mais acertadas”.

Malva - planta dos prazeres e da beleza. Suaviza os ânimos, ressalta as características femininas na mulher e desperta a sensibilidade nos homens. Facilmente cultivada em vasos, embeleza a casa e estimula a paixão: “Quando quiser conquistar alguém, coloque folhas de malva debaixo do lençol. No mínimo, o perfume será muito agradável”.

Manjericão - erva associada à riqueza, à abundância e à boa sorte. Diz a lenda que ter em casa os sete tipos diferentes de manjericão traz dinheiro e prosperidade. “Plante as mudas ou sementes em lugar ensolarado e, quando começarem a crescer, o dinheiro estará chegando”. Os ramos também podem ser usados em arranjos e duram cerca de uma semana na água. Essa erva perfuma e embeleza os ambientes, com efeito estimulante e revitalizador.

Tomilho - uma plantinha cheirosa e de fácil cultivo. Fica bonita em vasos, mas as pequenas folhas secas também aromatizam os ambientes. O nome vem da palavra grega thymia, que significa perfume. Ótima para afugentar melancolia e estimular vigor e lucidez na hora de tomar decisões importantes.

Sálvia - o nome vem do latim, salvare, que evoca a cura. Era com a queima da sálvia que os curandeiros combatiam a peste e purificavam o ar dos ambientes infectados. “Em casa, um vaso de sálvia protege os moradores contra acidentes e doenças graves. A erva seca é usada na defumação. Nas duas formas promove a sensação imediata de força e bem-estar”.

Hortelã - importante ter essa erva por perto quando a casa está em guerra, em tempos de turbulência e conflitos. Ajuda a dissolver a raiva e controla as atitudes precipitadas. “Essa planta tem efeito calmante e harmonizador. Tê-la em vasos ou arranjos, tomar chá ou banho com ela apazigua os ânimos”.

Salsinha - famoso tempero, também é conhecido como a erva da juventude. Cultivar um vaso ou canteiro de salsinha traz entusiasmo, restaura a força e a saúde dos moradores. “Além de ser um anticanceroso intenso e de regular o ciclo menstrual, a erva, usada no banho de infusão, elimina as energias negativas do corpo e dá ânimo”.

Louro - erva da fama e da glória. Na tradição greco-romana, imperadores, heróis e poetas usavam coroas de louro como sinal de que eram pessoas muito importantes. Ela tem propriedades purificadoras e relaxantes. “As folhas frescas ou secas mantêm-se sempre verdes. Colocadas no quarto, sobre a mesa ou no armário de roupas exalam perfume suave e atraem êxito”.

Mirra - essa preciosa erva de origem oriental foi oferecida pelos Reis Magos ao menino Jesus recém-nascido. É uma planta de proteção e cultivá-la num vaso na entrada da casa traz bons fluidos a quem chega, protegendo os ambientes de qualquer negatividade. “Coloque as folhas em peneiras e, depois de secas, queime-as. É um incenso natural muito agradável”.

Alecrim - erva da felicidade e do amor: “Quem está procurando um namorado deve guardar sempre um galhinho junto ao corpo”. O nome científico é Rosmarinus officinalis, que quer dizer orvalho do mar, simbolizando a inocência. Essa planta é forte e ao mesmo tempo delicada, gosta de sol e de vasos grandes. Em arranjos, os galhos combinados com rosas são a própria expressão do romantismo. As bruxas da Idade Média costumavam queimar alecrim para espantar maus espíritos, purificar a energia de pessoas e lugares. “Isso vale até hoje. É uma planta espiritual, evoca fidelidade e recordações felizes”.

Retirei do Face - Hierophant

Romã


A romã contém propriedades anti-inflamatórias, anti-viral e anti-bacteriana.
Cura a dor de garganta, tosse e infecções e ajuda a previnir alguns tipos de doenças cardíacas, além de derrames e ataques cardíacos. Reduz a pressão arterial e o colesterol ruim e aumenta o bom, além de ser poderosíssima para tratar de algumas doenças graves, como o câncer e a diabetes.

Retirei do face - Hierophant

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Anti-inflamatório Natural ARTROSE,ARTRITE,COLUNA.... e ainda ajuda a perder a barriga!!


Mas o Dr. Al Sears indica um analgésico que não tem efeitos colaterais.E o mais interessante é que provavelmente você já tenha esse analgésico aí na sua casa ! Plante num vaso, no quintal ou no jardim.Os pedaços de gengibre podem durar longo tempo fora ou dentro da geladeira.Pasme, mas esse analgésico se chama GENGIBRE.
Isso mesmo! Gengibre.
Durante séculos o Gengibre tem sido usado em toda a Ásia para tratar dores nas articulações, resfriados e até mesmo indigestão.
O Gengibre cru ou cozido pode ser um analgésico eficaz, mesmo para condições inflamatórias como a osteoartrite. Isso porque a inflamação é a causa raiz de todos os tipos de problemas como artrite, dor nas costas, dores musculares, etc.Ele contém 12 compostos diferentes que combate a inflamação.
Um desses compostos abaixa os receptores da dor e atua nas terminações nervosas. Juntos, eles trabalham quase o mesmo que as drogas anti-inflamatórias, tais como o ibuprofeno e a aspirina, mas sem os efeitos colaterais.Assim, se a sua intenção é eliminar esses analgésicos, passe a consumir o Gengibre.Segue algumas dicas para você ter uma boa dose diária de gengibre: Isso vai estimular a circulação sanguínea e aliviar dores nas articulações. Beber chá de gengibre: É barato. É muito fácil. O gosto é ótimo. E cura Aqui está uma receita usada pelo Dr. Al Sears: * Quatro copos de água;
* Um pedaço de aproximadamente 5 cm de Gengibre descascado e
cortado em fatias; * Limão e mel a gosto. Se preferir, use laranja no lugar do limão. Fica ótimo!
Procedimento:
Ferva a água numa panela com fogo alto.Assim que começar a fervura adicione as fatias de Gengibre,deixe em fogo baixo, cubra a panela para que os vapores não saiam e deixe fervendo por aproximadamente 15 minutos.O chá está pronto!Basta coar, e adicionar o mel com o limão ou laranja.

(Texto recebido por email)

*************************************************************************************
Gengibre ajuda a perder a barriga

Descubra como o gengibre ajuda a queimar as gorduras abdominais e conheça os benefícios que ele proporciona à saúde


O emagrecedor natural


O gengibre é responsável por acelerar o metabolismo por ter um efeito termogênico. "Contém óleos essenciais que produzem calor, ativam a circulação e otimizam a queima calórica", afirma a nutricionista Roseli Rossi.
Turbine a perda de peso


- Chá
Tome três xícaras ao dia: uma pela manhã, outra à tarde e uma à noite.

- Pó
Divida 2 g do pó em três partes. Dilua cada uma em água. Tome antes das refeições.

- Tintura 10%*
Beba de 15 a 30 gotas três vezes ao dia, antes das principais refeições.
Duas receitas de chá emagrecedores


1. Chá com camomila (receita da nutricionista Ioná Zalchman)
- 1 colher (chá) de gengibre ralado
- 1 colher (sobremesa) de camomila
- 200 ml de água fervida

Despeje o gengibre e a camomila na água e tampe por alguns minutos. Coe e tome quente.

2. Chá tradicional (receita da nutricionista Roseli Rossi)
- 1 colher (chá) de gengibre ralado
- 1 xícara (chá) de água

Despeje o gengibre na água e ferva por cinco minutos. Coe e tome morno. Se quiser, pode mastigar os pedacinhos da erva.

Contribuições para a saúde

Ação anti-inflamatória, antibacteriana e antisséptica
O gengibre combate a proliferação de vírus e bactérias alojadas no organismo. Dor de garganta? Tome o chá da erva três vezes ao dia.

Turbina o sistema imunológico
"Rico em antioxidantes, combate os radicais livres, prevenindo gripes e resfriados", explica o nutrólogo Andrea Bottoni.

Evita rugas precoces
Segundo a nutricionista Ioná Zalchman, a mesma ação antioxidante que melhora o sistema imunológico também previne o envelhecimento precoce da pele.

Afrodisíaco
Ao produzir calor, promove a vasodilatação e o aumento da circulação sanguínea. Isso facilita a ereção dos homens e intensifica a sensibilidade no clitóris das mulheres.

Previne o câncer
Um estudo realizado pela Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, mostrou que a composição do gengibre pode inibir o avanço do câncer de cólon.

Melhora a náusea
Os óleos essencias da planta podem aliviar o enjoo decorrente da quimioterapia e o mal-estar de quem fica nauseado ao viajar. "Mastigue até 1 colher (café) de gengibre ralado para melhorar o problema", aconselha Roseli.

*Precisa de receita médica

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br/dieta/reportagem/dietas/gengibre-ajuda-perder-barriga-613222.shtml

Aspartame Não!!

por Jorge Jacinto - Terapeuta Naturista

Fiquem atentos!!!

Voltem para o velho e bom açúcar, que no Brasil há mais de 500 anos que alimenta a nossa população e nossos antepassados não apresentavam esses sintomas das doenças "modernas"
Passei alguns dias falando na CONFERÊNCIA MUNDIAL DE MEIO AMBIENTE a respeito do ASPARTAME, conhecido como Nutrasweet, Equal, Zerocal, Finn e Spoonful.
Eles anunciaram que existia uma epidemia de Esclerose Múltipla e Lúpus sistêmico, e não entendiam que toxina estava fazendo com que essas doenças assolassem os Estados Unidos tão rapidamente.
Eu expliquei que estava lá para falar extamente sobre este assunto.
ALZHEIMER, MAL DO ADOÇANTE. Artigo escrito pela Dra. Mancy Marckle.
Quando a temperatura excede 30º C, o álcool contido no ASPARTAME se converte em formaldeído e daí para ácido fórmico (o ácido fórmico é o veneno das formigas), que provoca acidose metabólica. A toxicidade do metanol imita a esclerose múltipla e as pessoas recebem diagnóstico errado de esclerose múltipla.
A Esclerose múltipla não se constitui em sentença de morte, mas a toxicidade do metanol sim. No caso do Lúpus sistêmico, estamos percebendo que é quase tão grave quanto a esclerose múltipla, especialmente em usuários de Diet Coke e Diet Pepsi. Nos casos de Lúpus sistêmico causado pelo ASPARTAME, a vítima geralmente não sabe que o Aspartame é a causa de sua doença e continua com seu uso, agravando o lúpus a um grau tão intenso que algumas vezes ameaça a vida. Quando interrompemos o uso do Aspartame, as pessoas que tinham lúpus ficam assintomáticas.
Em uma conferência eu disse: 'Se você está usando ASPARTAME (Nutrasweet, Equal, e Spoonful, etc.) e sofre de sintomas como fibromialgia, espasmos, dores, formigamento nas pernas, câimbras, vertigem, tontura, dor de cabeça, zumbido no ouvido, dores articulares, depressão, ataques de ansiedade, fala atrapalhada, visão borrada ou perda de memória - você provavelmente tem a DOENÇA DO ASPARTAME! As pessoas começaram a pular durante a palestra dizendo: Eu tenho isto, é reversível? É impressionante.
Há um tempo atrás houve Audiências no Congresso dos EUA incluindo o aspartame em 100 produtos diferentes. Nada foi feito. Os lobbies da droga e da indústria química têm bolsos muito profundos.
Agora existem mais de 5000 produtos contaminados com este produto químico, e a patente expirou. Na época da primeira audiência, as pessoas estavam ficando cegas.
O metanol no aspartame se converte em formaldeído na retina do olho. Formaldeído é do mesmo grupo das drogas como cianeto e arsênico - Venenos mortais! Infelizmente, leva muito tempo para matar, mas está matando as pessoas e causando todos os tipos de problemas neurológicos.
O Aspartame muda a química do cérebro. É a causa de diversos tipos de ataque. Esta droga muda os níveis de dopamina no cérebro. Imagine o que acontece com os pacientes que sofrem de Doença de Parkinson? Também causa malformações fetais. Não existe nenhuma razão para se utilizar este produto.
NÃO É UM PRODUTO DIETÉTICO! Os anais do congresso dizem: Ele faz você desejar carboidratos e faz engordar. Dr. Roberts viu que quando ele interrompeu o uso do Aspartame a perda de peso foi de 9,5 kg por pessoa. O formaldeído se armazena nas células adiposas, principalmente nos quadris e coxas.

O Aspartame é especialmente mortal para os diabéticos. O Dr. H.J. Roberts, especialista diabético e perito mundial em envenenamento pelo Aspartame, escreveu um livro entitulado: DEFESA CONTRA A DOENÇA DE ALZHEIMER
www.sunsentpress.com/defenseAgainstAlzheimers.html

Dr. Roberts conta como o envenenamento pelo Aspartame está relacionado à doença de Alzheimer. E realmente está.. Mulheres de 30 anos estão sendo internadas com Alzheimer.
Dr. Russell Blaylock e Dr. Roberts estão escrevendo uma carta-posição com alguns casos relatados e vão colocá-la na Internet.

PEDIMOS QUE VOCÊ SE ENGAJE TAMBÉM.

Imprima este artigo e avise todas as pessoas que você conhece.

TIRE TUDO O QUE CONTÉM ASPARTAME DO ARMÁRIO.

Eu asseguro que A MONSANTO, A CRIADORA DO ASPARTAME - SABE COMO ELE É MORTAL. ELES FINANCIAM A ASSOCIAÇÃO AMERICANA DE DIABETES, A ASSOCIAÇÃO AMERICANA DE DIETÉTICA, O CONGRESSO E A CONFERÊNCIA DO COLÉGIO AMERICANO DE MEDICINA.

O New York Times, em 15 de Novembro de 1996, publicou um artigo a respeito de como a Associação Americana de Dietética recebe dinheiro da indústria Alimentícia para endossar seus produtos. Por isso, eles não podem criticar aditivos ou falar a respeito de sua ligação com a MONSANTO. A que ponto chega isso? Dissemos a uma mãe cujo filho estava usando Nutrasweet para interromper o uso do produto. A criança estava tendo convulsões diárias.

(Recebi por email)

terça-feira, 17 de julho de 2012

Atinja seu objetivo de uma vez por todas! A verdade sobre Refeições Balanceadas

Estou muito animado em escrever este artigo! Quando eu comecei a estudar nutrição, queima de gordura e construção muscular, esta parte ficou realmente gravada no meu cérebro! Não consigo enfatizar suficientemente como as informações aqui são importantes para seu sucesso! Se você começar a seguir as sugestões aqui descritas e começar a ter refeições verdadeiramente balanceadas para seu objetivo, você irá maximizar sua performance em direção ao corpo pretendido.

Ao final deste artigo, você saberá todas as verdades por trás de todas informações confusas que existem por ai sobre uma refeição balanceada. O objetivo aqui é mostrar a você as bases de uma refeição perfeitamente saudável e queimadora de gorduras.

Saberá que isso não é complicado como pode parecer. Eu vou tentar explicar os conceitos-chave da forma mais natural e compreensível que eu conseguir, como todos os artigos aqui . E o melhor de tudo, no final você poderá tirar proveito de todas estas novas informações a aplicá-las imediatamente no seu dia-a-dia, tendo uma vantagem enorme sobre aqueles que não possuem este conhecimento (Colabore com a saúde global, compartilhe este artigo!!).

Pronto(a) pra começar? Ótimo, vamos lá! Não tenha pressa, certifique-se de entender cada conceito.

“Cada refeição precisa estar estruturada para incluir proteína de qualidade, carboidrato complexo e carboidrato fibroso. A proteína e as fibras contidas nesta combinação irá melhorar a digestão dos carboidratos, consequentemente, proverá ao corpo níveis consistentes de energia e um suprimento constante de nutrientes para o corpo crescer, se reconstruir e ter energia”

John Parillo, Fisiculturista, Nutricionista e autor do livro High Performance Bodybuilding.

Uma dieta correta é peça FUNDAMENTAL para conquista do seu objetivo. Muitos dizem que 50% do sucesso na perda de peso depende de uma dieta correta. Isso quer dizer que não adianta muito você ter uma ótima estratégia de exercícios, caso você não saiba suprir seu corpo corretamente para obter queima máxima de gordura.

-> Calorias não são todas iguais.

Dizer que tudo é caloria e caloria é tudo igual é um mito bastante comum. Ouvimos dizer que 500 calorias são 500 calorias, não importa qual a origem delas. Agora vejamos por que isso não tem o menor sentido.

Primeiramente, vamos entender caloria como unidade de medida de energia. 1 kcal = uma quantidade de energia que pode ser utilizada pelo corpo.

Um exemplo, se toda caloria é igual, se eu estipular minha ingestão diária em 2500 kcal e comer estas calorias em forma de batata frita, chocolate e coca cola, terei eu o mesmo resultado se eu tivesse comendo as mesmas calorias em forma de refeições de qualidade? Responda você a pergunta. Além de um monte de problemas com sua saúde, o senso comum mostra claramente a diferença resultante das duas estratégias.

De forma bem simples é fácil entender assim:

- Se você come calorias em excesso, você ganhará peso. Agora, dependendo de onde vêm estas calorias, você saberá que TIPO de peso você estará ganhando.

Se meu objetivo fosse crescimento muscular, eu com certeza não investiria meu tempo comendo sorvete e batata frita. Ao invés disso, focaria em fontes de proteína de qualidade, como ovo, atum, peito de frango, etc.

Se seu objetivo, por outro lado, é obter gordura suficiente para ser lutador de sumo, sinta-se a vontade para se deliciar com o que preferir. Não deixe de ler este artigo super completo sobre tudo que você precisa saber sobre proteína no que se refere tanto a queima de gordura quanto ao ganho muscular: Proteínas, tudo que você precisa saber para perder peso e/ou construir músculos.

-> O que é uma refeição verdadeiramente balanceada, queimadora de gordura e construtora de músculos?

Irei parafrasear Tom Venuto, o famoso fisiculturista e autor do magnífico ebook: Burn the fat, Feed the muscle:

“A melhor refeição para se obter alta performance em queima de gordura é composta de proteína de qualidade, carboidrato complexo e carboidrato fibroso, todos comidos juntos.”

Veja alguns exemplos de refeições adequadas:

Arroz integral (carboidrato complexo)
Salada verde mista (carboidrato fibroso)
Salmão (proteína)

Pão integral (carboidrato complexo)
Brócolis (carboidrato fibroso)
Atum em água (proteína)

Batata doce (Sim! é um ótimo carboidrato complexo)
Salada e legumes (carboidrato fibroso)
Carne vermelha magra (proteína)

obs: Para sugestões de refeições perfeitas pro seu objetivo, veja a planilha disponível para download na página do Desafio 3 Meses para Emagrecer de Vez.

Agora você já sabe que uma refeição completa precisa ser composta destes 3 componentes básicos: proteína, carboidrato fibroso e carboidrato complexo. Quanto de cada? ótima pergunta, iremos tratar disso adiante, fique tranquilo(a) .

Não deixe de ler este artigo que fala tudo sobre carboidratos, a diferença entre eles, importância, etc… Assim você vai entender exatamente o porquê da preferência pelos carboidratos complexos e não os simples: Tudo que você precisa saber sobre Carboidratos. Estou passando vários links de outros artigos como sugestão, eu aconselho que você anote para ler depois ou abra-os em outra janela. Realmente não estaria sugerindo se não fossem extremamente vantajosos de se ler!

Vejamos abaixo as principais razões para se comer esta combinação de nutrientes juntos em cada refeição. Verdades muito importantes serão expostas, veja abaixo:

-> 5 motivos para se comer carboidratos complexos, carboidratos fibrosos e proteínas JUNTOS nas refeições.

* Por que comer proteína junto em cada refeição?

Proteínas não podem ser estocadas no corpo como carboidratos. Se você não comer proteína em cada refeição e comer apenas os carboidratos, o corpo irá quebrar as fibras musculares para tirar os aminoácidos que ele precisa, ou seja, o corpo irá literalmente comer seus músculos.

Músculos são muitos custosos de se manter pelo corpo, pois demandam muita energia somente para existir. Dessa forma, o corpo não irá deixar de recorrer a eles para retirar os nutrientes que precisa. Veja este artigo para saber exatamente porque você deve evitar de todas as formas a perda muscular: Tudo que você precisa saber sobre composição corporal e Saiba por que 95% das dietas falham!. Aproveite as informações disponíveis no Emagrecer de Vez, é de graça!

* Por que comer carboidratos em cada refeição?

Para a proteína ser levada aos músculos e tecidos é necessário a ação da insulina. A insulina faz exatamente este trabalho, ela, quando solta no sangue, se encarrega de levar estes nutrientes a seus destinos!

Carboidratos por natureza são todos transformados em açúcar após a digestão. Isso faz com que o corpo solte insulina no sangue e, consequentemente, absorva os nutrientes corretamente. Ter um entendimento sobre a importância e a ação da insulina no corpo é nada menos que essencial a quem realmente é sério a respeito de sua saúde e objetivos saudáveis. Eu coloquei todas estas informações reunidas no artigo: Insulina.

A principal mudança que tive que fazer na minha dieta foi retirar/evitar carboidratos simples (batata inglesa, pão branco, massas, doces, etc.) e substituí-los por carboidratos complexos (batata doce, pão integral, arroz integral, etc.).

* Estoques de glicogênio

Glicogênio é estocado nos músculos e fígado. Constitui-se de um suprimento de energia de fácil acesso para o corpo, porém, somente uma quantidade limitada de glicogênio pode ser armazenada (em torno de 300g-400g). O que tiver em excesso será fatalmente estocado como gordura.

É bastante importante se manter o estoque de glicogênio suprido. Na falta desse, vamos nos sentir sem energia, nossa disposição irá ser afetada e nossa performance em tarefas difíceis será também afetada. O que queremos é manter o estoque cheio, porém, sem exageros, para que possamos estar sempre dispostos e ativos.

Daí vem a necessidade de se comer carboidratos em quantidades controladas em cada uma das várias refeições diárias (6-7 para homens, 5-6 para mulheres). Desta forma não concentramos a ingestão de carboidratos em uma ou duas refeições causando estoque do excesso como gordura. Se ficou chocado com o número de refeições diárias que mencionei, uma das coisas mais importantes que você deveria fazer hoje mesmo é ler o artigo O grande segredo para perda de gordura e ganho muscular

* Proteína sacia!

Quando ingerimos proteína de qualidade em todas nossas refeições estamos favorecendo a própria digestão dos carboidratos. Estes irão ser digeridos mais lentamente, o que faz com que fiquemos saciados por mais tempo e também faz com que o corpo não tenha picos de insulina, mas sim, um suprimento constante e estável de nutrientes.

Além disso, você tira proveito do efeito térmico da proteína, o qual é o maior de todos. Como discutido em mais detalhes em: Proteínas, tudo que você precisa saber para perder peso e/ou construir músculos, aproximadamente 20% das calorias ingeridas como proteína serão gastas somente para a digestão das mesmas.

* Por que carboidratos fibrosos?

Simplesmente por que eles colaboram na digestão, devido às fibras que eles contêm, e ajudam a manter os níveis de açúcar do sangue estáveis, mantendo, consequentemente, os níveis de insulina moderados. Lembre-se que é recomendado se ingerir de 25gr a 35gr de fibras por dia.

-> Qual a quantidade de cada nutriente afinal?

Este é um outro assunto muito discutido. Vejamos abaixo as bases:

1 g de proteína contém 4 calorias.
1 g de carboidrato contém 4 calorias.
1 g de gordura contém 9 calorias.
Informação complementar: 1g de álcool contém 7 calorias.

Veja que gordura tem mais que o dobro da concentração calórica comparando-se a proteína e ao carboidrato. Saiba que certas gorduras são essenciais para o corpo e, na verdade, auxiliam no emagrecimento. Este é um assunto para um artigo futuro. Precisamos de gordura para uma dieta saudável e para obtermos uma alta performance durante o emagrecimento.

Não existe uma regra geral que dita a quantidade perfeita de cada um dos 3 nutrientes, entretanto, existe um particionamento bastante aceito pelos experts no assunto: 50-55%/30%/15-20%. O que isso significa? Significa que sua dieta diária deve ser composta de 50% a 55% de carboidratos, 30% de proteína e de 15% a 20% de gorduras boas.

Estes números podem variar dependendo do seu objetivo, da fase em que você está e tudo mais. Médicos, geralmente, recomendam mais carboidratos e menos proteínas, outros recomendam quantidades bem menores de carboidratos, etc. Existem sugestões e recomendações para todos os gostos, porém, como linha a ser seguida, focando em uma dieta saudável de longo prazo, sugere-se 50-55%/30%/15-20%. Isto é o mesmo que Tom Venuto sugere em seu livro Burn the fat, Feed the muscle.

“Nossa parece complicado”, não não. Relaxe, apesar de parecer complicado, na verdade tudo começa a fazer bastante sentido. Vejamos agora como calcular isso!

Bom, lembre-se que não é necessário bitolar-se nos números. Estas são apenas linhas guia para você ter uma base a seguir. No Emagrecer de Vez existe informação e ferramentas suficientes para você conseguir seguir estas linhas guias sem se preocupar em fazer muito cálculo.
Ok, se você quer brincar com números um pouco, veja uma forma fácil de obtê-los:

Primeiramente, descubra sua DCE (Daily calory expendure), o que nada mais é do que a quantidade de calorias que seu corpo precisa por dia para se manter no mesmo peso. Sabendo quantas calorias você deve comer para manter seu peso, você pode então ajustar o valor visando perder peso ou ganhar peso (músculos). Calma, é mais fácil do que parece, na página de Calculadoras é possível fazer rapidamente este cálculo. De um pulo rápido lá!

Vamos a um exemplo prático!

Supondo que a quantidade diária de calorias que você objetiva consumir seja 2500 kcal.
Você quer seguir na linha sugerida e dividir seus nutrientes em 50%/30%/20%. Perfeito.

No exemplo, quantas gramas de carboidratos você precisa ingerir diariamente para atingir este objetivo?

Veja o cálculo simples: 2500 * 0.5 = 1250 kcal, isso quer dizer que 1250 kcal precisam vir de carboidratos, o que corresponde a 50% das calorias total.
1250 / 4 = 312 g. Dividimos 1250 por 4, pois cada grama de carboidrato contém 4 calorias. Isso significa então que, você precisa ingerir 312 g de carboidratos durante o dia para atingir o objetivo! Pronto, é só isso.

A mesma coisa é feita para gorduras e proteínas, somente ajustando o valor calórico de cada uma (4 calorias por grama de proteína e 9 calorias por grama de gordura). Qualquer dúvida, deixe um comentário ali embaixo!

Tudo isso fará bastante sentido aos mais atentos a nutrição em geral, porém, talvez não faça tanto sentido se você esta começando agora a buscar um conhecimento no ramo.

Então como vou saber quanto é 312 g de carboidratos, X gramas de proteína e Y gramas de gordura na prática? Você pergunta com razão. A resposta é simples: Lendo rótulos, verificando informações nutricionais e experiência. Por curiosidade, comece a verificar os rótulos dos alimentos que você consome, com certeza, as coisas começarão a fazer sentido. Se quiser ver algo agora, sugiro este site.

Se você precisa comer 312g de carboidratos diariamente e você faz 6 refeições diárias. Divida 312/6 e tenha a quantidade média de carboidratos sugerida por refeição. Bom, se quiser algo realmente prático e pronto, verifique a página do Desafio 3 meses para Emagrecer de Vez.

Ufa! Parabéns! Chegamos ao final do artigo. Se você leu todas informações que compartilhei aqui, terá agora uma confiança maior no que diz respeito a uma verdadeira refeição saudável e queimadora de gorduras!

Para informações mais específicas sobre os alimentos em si na prática, com sugestões diversas entre outras informações, aproveite a oportunidade para verificar os outros artigos do Emagrecer de Vez. E por último e SUPER importante: Não leia apenas! Faça a você mesmo um grande favor, ponha em prática agora mesmo estes novos conhecimentos. Preste atenção ao seu próximo prato, verifique se contém os nutrientes em uma proporção próxima do sugerido. Ajuste como necessário. Comece a ter consciência do que come!

Continue na busca por conhecimento!

Abraço.

Fonte: http://emagrecerdevez.com/atinja-seu-objetivo-de-uma-vez-por-todas-a-verdade-sobre-refeicoes-balanceadas

Os carboidratos fibrosos, também conhecidos como celulose, são dificilmente absorvidos pelo intestino, de forma que não são utilizados como fonte de energia, mas como suplemento de vitaminas e minerais e ajudam a manter o trato intestinal saudável através de uma espécie de varredura promovida pelas fibras da celulose. Dietas altas em fibra (celulose) parecem evitar doenças como câncer de cólon e hemorróidas. Arroz integral, cereais, como aveia, trigo e cevada são exemplos de alimentos com alto teor de fibra.

Fonte: http://forcemuscle-artigos.blogspot.com.br/2007/04/tipos-de-carboidrato.html

As verdades que todos deveriam saber sobre Insulina

O objetivo que tenho com este artigo é possibilitar que você, após a leitura, saiba com clareza e de modo simples quais os impactos da insulina no seu processo de perda e ganho de peso e qual o funcionamento básico do corpo em se tratando deste hormônio. Como sempre aqui no Emagrecer de Vez, vou utilizar uma linguagem simples e direta, vamos direto ao ponto!

Ah, quase esqueci de mencionar, este conhecimento é completamente essencial para quem quer de fato se educar sobre perda ou ganho de peso. É um dos assuntos mais falados na comunidade fitness hoje em dia por que realmente é um assunto chave! Após a leitura, você terá uma visão geral completa que lhe dará uma confiança maior no seu progresso! Tranquilo? Vamos começar!

-> Equilíbrio perfeito

Como já é sabido, o corpo possui ótimos mecanismos de controle para se manter em equilíbrio. No nosso caso, o corpo mantém um controle firme do nível de açúcar no sangue. Para manter a homeostase, ou seja, o equilíbrio perfeito, o corpo precisa manter a concentração de açúcar no sangue entre os limites de 70mg/ml e 110mg/ml. Legal? Qualquer alteração nestes limites, seja caindo abaixo ou estando acima, vai ativar os mecanismos de controle do corpo para que ele faça tudo voltar à normalidade. Tudo vai girar em torno disso: buscar o equilíbrio, buscar a homeostase. Ok, até aí tudo bem? continuamos…

-> A ação do corpo

Como vimos no ponto anterior, o corpo precisa manter os níveis de açúcar no sangue entre os limites de 70mg/ml e 110mg/ml. Caso o nível de açúcar no sangue suba acima de 110mg/ml, o corpo irá liberar um hormônio que irá percorrer o sangue “limpando-o” deste excesso de açúcar (glicose) e guardando ele nos tecidos magros ou como gordura. Fazendo desta forma, o corpo restabelece o equilíbrio.

Caso o nível caia para abaixo de 70mg/ml, o corpo novamente libera um outro hormônio que faz com que o corpo libere na corrente sanguínea o açúcar que esta armazenado nos tecidos magros, restabelecendo novamente o equilíbrio.

O primeiro hormônio, o que armazena o açúcar, é a insulina. O segundo hormônio, o liberador de açúcar, é o glucacon.

“A concentração de insulina no sangue é proporcional à concentração de açúcar no sangue, que é proporcional à quantidade de carboidratos ingerida” Chris Aceto - Everything you need to know about fat loss.

Como visto no nosso artigo que trata exclusivamente de carboidratos (Tudo que você precisa saber sobre Carboidratos), todos os carboidratos, seja ele simples, complexo, natural ou refinado, são no final transformado em açúcar (glicose). Caso isto não esteja claro, de uma revisada neste artigo anterior! Resumindo: Todo carboidrato vira açúcar.

Algo simples e importante a se lembrar é: Caso você tenha uma refeição rica em carboidratos simples, ou seja, de rápida digestão, o corpo irá transformar todo este carboidrato rapidamente em açúcar, fazendo com que os níveis de açúcar no sangue subam, exigindo que o corpo libere quantidades elevadas de insulina para a “limpeza” e retomada do equilíbrio.

Caso você tenha uma refeição rica em carboidratos complexos e naturais, a digestão acontece mais lentamente, assim não existem picos nos níveis de açúcar do sangue e, consequentemente, a insulina é liberada controladamente pelo pâncreas, mantendo todo o organismo estável. Lembre que adicionar fibras em suas refeições também colabora bastante para esta digestão controlada! Falamos sobre isso no artigo de carboidratos.

-> Mais afundo, porém simples

O corpo possui 2 formas principais de armazenar energia que precisamos prestar atenção aqui.

Uma delas é uma fonte de energia rápida de fácil acesso chamada glicogênio. A outra é uma fonte maior de energia, a gordura.

O glicogênio é armazenado em quantidades limitadas no fígado e nos músculos. É dito que quantidades aproximadas de entre 300g-400g de glicogênio podem ser armazenadas no total. O corpo prefere sempre armazenar a energia extra como glicogênio. Caso estes estoques já estejam completos, o corpo é obrigado então a recorrer ao seu estoque secundário, a gordura corporal.

A insulina é o hormônio que irá percorrer o sangue levando esta energia (glicose) aos seus destinos, músculos, tecidos, gordura, etc. A insulina tem um papel essencial no processo de nutrição do corpo.
Entendido isso? Vejamos os 2 principais fatores que contribuem para que existam picos de insulina no sangue:

- Você esta comendo mais calorias do que consome no dia.
- Mesmo comendo menos do que consome, concentra sua alimentação basicamente em carboidratos simples e/ou refinados, de rápida digestão e baixa quantidade de fibras.

Quantas pessoas você conhece que estão fora de forma e alegam não comer demais? A alimentação destas pessoas favorece seu estado físico atual. Uma alimentação constituída, em sua maioria, de carboidratos simples e/ou refinados, poucas ou nenhuma fibra e açucares gera desequilibro corporal e gera mais apetite! Apetite? Sim. Em grandes quantidades, a insulina é um estimulante de apetite.

Em uma pesquisa feita com ratos, onde eles foram separados em 2 grupos, teve-se resultados interessantes. O grupo 1 teve insulina injetada e se alimentou até o limite, comendo mais do que o necessário. O grupo 2, o qual teve o pâncreas (responsável pela fabricação de insulina) removido, se recusava a comer. Claro, ratos são ratos e humanos são humanos, mas é um bom indício de qualquer forma.

Outro fato comprovado relacionado ao aumento de insulina e aumento do apetite é o já mencionado em outros arquivos aqui do site (ver página de artigos para uma lista completa). Quando sua alimentação favorece um aumento do nível de açúcar no sangue, o corpo é obrigado a liberar um pico de insulina para restabelecer rapidamente os níveis normais.

A insulina é ótima em sua função e varre o sangue armazenando todo o excesso de açúcar encontrado. Ela é tão boa que faz com que, devido à sua ação rápida, faz com que os níveis de glicose caiam abaixo do normal. Ao caírem abaixo de 70mg/ml, o corpo irá ser chamado atenção e despertará sentimento de fome. Afinal os níveis estão baixos e precisam voltar ao normal.

Utilizando-se da fome como recurso e do hormônio glucacon, o corpo consegue seu objetivo de restabelecer os níveis de equilíbrio. Se você acabar comendo novamente carboidratos simples, açucares, etc., fará com que outro pico de insulina seja liberado, gerando fome novamente e assim fechando um ciclo que levará você a pesos jamais sonhados.

Continue lendo o ponto abaixo para entender melhor os detalhes.

-> Entenda a importância

Algo para se guardar bem na memória: Quando os níveis de insulina no sangue estão altos, o corpo não irá tocar nas células de gordura para utilizar-se de energia, ou seja, não queimará gordura.

Quando os níveis de insulina no sangue estão altos, causados normalmente pela má alimentação, o corpo libera a magnífica enzima Lipo Lipase (LPL), que favorece o armazenamento do excesso de energia como gordura corporal e bloqueia a utilização da gordura como fonte de energia.

Veja, tão boa é a insulina no seu papel de favorecer o bloqueio ao acesso às células de gordura que mesmo com exercícios aeróbicos intensos fica difícil se queimar gordura até que os níveis de insulina voltem à normalidade. Até este ponto, já deve estar bastante claro para você que se seu objetivo é perda de peso através de queima de gordura, a insulina é peça chave no processo.

Enquanto a insulina libera a enzima LPL para selar as células de gordura contra utilização e armazenar gordura corporal, o glucacon, hormônio liberador, libera a enzima sensitive lipase (HSL), a qual, faz com que as células de gordura liberem suas energias para consumo.

Tudo funciona como uma balança. O corpo precisa manter o equilíbrio. Se os níveis caem abaixo do normal, o corpo consegue se equilibrar liberando glucacon e se os níveis sobem acima do limite, o corpo libera insulina para voltar ao normal (70mg/ml a 110mg/ml).

Uma alimentação pobre, rica em gorduras e agravada pela falta de exercícios ,tem danos incríveis no corpo. Veja um dos motivos que nos interessa:

Ao se ter este estilo de vida, o corpo começa a acumular gordura e você provavelmente não tem a forma desejada. O que acontece é: sabemos que o excesso de açúcar no sangue é guardado primeiramente na forma de glicogênio no fígado e nos músculos e quando este estoque limitado está cheio, o excesso é armazenado como gordura, certo?

Os músculos receptores de glicogênio possuem receptores de insulina. Estes receptores são sensíveis a este hormônio e recebem o excesso de açúcar quando a insulina manda. Legal. Com o acúmulo no organismo da enzima LPL, liberada devido a vários fatores da má alimentação, estes receptores de insulina nos músculos começam a ficar menos receptivos à insulina. Desta forma o pâncreas precisa começar a liberar insulina em maiores quantidades para vencer esta resistência dos receptores. Neste caso, o corpo esta desenvolvendo resistência a insulina.

A medida que os receptores musculares ficam menos receptivos à insulina, os receptores das células de gordura ficam mais receptivos à insulina. Quando o corpo tenta guardar os excessos na forma de glicogênio e não consegue, ele recorre a gordura corporal, obviamente. E este é um processo que só irá se agravar.

Com o tempo fica mais difícil o acesso aos músculos para guardar energia e mais fácil o acesso a gordura para armazenamento. Um agravamento desta condição leva ao caso grave que conhecemos como diabetes. O pâncreas começa a liberar quantidades enormes de insulina para tentar estabelecer o equilíbrio corporal e cada vez mais os órgãos ficam resistentes a este hormônio.

Novamente, o excesso de insulina no sangue, gerado pelo aumento do nível de açúcar no sangue, bloqueia o acesso às células de gordura para retirar energia e favorece o acesso para armazenar energia. Não consigo dizer o quão importante é se entender este processo. Espero que tenha ficado claro! Qualquer comentário, acesse o link indicado na "Fonte"!

-> A solução

Mesmo após desenvolver uma resistência a insulina (não ainda diabetes), é possível reverter a situação. É possível fazer com que os receptores de insulina nos músculos voltem a ser mais receptivos ao hormônio e é possível fazer com que as células de gordura fiquem mais acessíveis a queima de seus estoques. Solução? Você pode chutar………… sim, exercício e boa alimentação. Um ótimo artigo sobre alimentação, lotado de verdades e fatos, é o Atinja seu objetivo de uma vez por todas. A verdade sobre refeições balanceadas.

Quanto mais receptivos os músculos são à insulina e mais correta sua alimentação, menos ocorrerão picos de insulina no sangue. O que você quer a esta altura é evitar estes picos a todo custo. Veja no artigo Tudo que você precisa saber sobre Carboidratos como favorecer uma ótima digestão, mantendo os níveis de açúcar estáveis e sem grande esforço. Abra estes artigos para ler em seguida caso não tenha visto ainda. Cerque-se de muita informação. Só assim você terá a confiança e entendimento para seguir em frente na sua luta pelo corpo desejado e por uma vida saudável.

Eu acredito que consegui cobrir tudo que pretendia. Existem milhares de estudos sobre insulina por ai, porém, como o objetivo do Emagrecer de Vez é justamente simplificar a vida de quem busca informação sobre emagrecimento, tentei mostrar, da forma mais clara que consegui, os pontos-chave que precisam ser entendidos.

Fonte: http://emagrecerdevez.com/as-verdades-que-todos-deveriam-saber-sobre-insulina

Saiba por que 95% das dietas falham!

Após ler este artigo, você saberá a verdade sobre o resultado das inúmeras dietas que existem por ai em todo lugar.

Este é o tipo de assunto que não recebe muita atenção da mídia e das revistas do ramo, afinal, a indústria do “emagrecimento” é gigantesca e movimenta milhões e milhões de cifras todos os anos. Qual seria a vantagem em expor algumas verdades, sendo que estas podem impactar estes brilhantes resultados financeiros? humm…. Parabéns a você por querer se tornar um conhecedor consciente indo além da superfície do assunto.

A indústria, naturalmente, quer continuar se sustentando e como uma indústria poderia se sustentar sem clientes e consumidores? certo. Afinal, convenhamos… se “dietas” funcionassem, com centenas delas espalhadas em todo lugar, não teríamos uma parcela enorme da população acima do peso. Se dietas fossem realmente eficazes, não teríamos problema de obesidade tão comum. De acordo com o Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos, em 2003, existiam mais de 100 milhões de pessoas acima do peso no país. Isto significa 55% da população adulta! (hey, já pensou o potencial que esta clientela tem para a indústria do emagrecimento?)

Este é um artigo longo, porém, contém uma série de informações super importantes que você, definitivamente, deve saber caso esteja interessado(a) em perder peso DE VEZ e de forma saudável.

Ok, após ler este artigo, você saberá o porquê exatamente que as dietas falham. Saberá por que mais e mais pessoas entram em dietas a todo o momento e acabam desistindo logo e voltando a ser o que eram antes ou ainda pior. Saberá por que 95% das pessoas que perdem peso em dietas não conseguem manter este peso e acabam voltando a níveis anteriores ou piores. Não deixe se levar pela indústria e comércio do emagrecimento, conhecimento é poder! Vamos lá:

-> Ganhar e perder peso NÃO é pura matemática.

Ao contrário do que muitos ainda pensam e de muito que se diz, perda e ganho de peso não é matematicamente coerente, ou seja, um exemplo: Se cortarmos 800 calorias por dia, matematicamente sabemos que ao longo de uma semana teremos um déficit calórico de 5600 kcal (7*800), certo? certo.

A conta esta certa, mas o comportamento do nosso corpo não igualmente exato. Geralmente, quando se inicia uma dieta, nas primeiras poucas semanas, a queda de peso é acentuada. Cortando-se 800 kcal por dia pode-se sim se acabar criando um déficit de 5600kcal no final da semana. Este é o momento que você fica super animado com o resultado… ok. Com o passar das semanas você continua cortando a mesma quantidade e começa a perceber que você esta perdendo cada vez MENOS peso ao longo do tempo até que nota, tristemente, que você, de fato, PAROU de perder peso, mesmo cortando ainda as 800kcal por dia.

Então você pensa, oras bolas, irei cortar MAIS! Ai que a coisa começa a ficar feia de fato, como verá nos pontos adiantes. Antes de fechar este ponto, é importante guardar esta informação seguinte na cabeça: Quanto mais se restringe, menos gordura se perde com o passar do tempo. Quanto mais se restringe, mais o corpo segura o que se come e menos ele gasta. Vamos ao próximo ponto, a verdade tem pressa!!

Curiosidade: Os cientistas nos dizem que meio quilograma de gordura tem 3500kcal.

-> O corpo humano é magnificamente inteligente.

Isso não é novidade para ninguém, mas talvez em se tratar de perda/ganho de peso, muitas pessoas não saibam como o corpo age de fato.

O corpo possui um mecanismo de auto-defesa importantíssimo chamado de Starvation mode, o que chamaremos aqui de Defesa contra Inanição. Uma vez que o corpo nota que seu repositório de alimentos ficou mais escasso, ou seja, que você está comendo menos, ele imediatamente começa a economizar seus gastos…. simples. Imagine que você ganhe R$ 5000,00 por mês e leve um bom padrão de vida. No mês seguinte, suas fontes de renda passam por problemas e você agora começa a receber R$ 2500,00 por mês. Se você continuar a levar o mesmo padrão de vida que levava no mês anterior, você logo irá ter problemas com suas finanças, certo? Tendo isso em mente, a primeira coisa que você pensa é: preciso economizar!!! Claro.

Igualmente pensa e faz o corpo. Este mecanismo do corpo nos foi útil muito mais nos primórdios da humanidade quando o alimento não era abundante e quando muitas vezes se passavam longos períodos sem que existisse ingestão de alimento. Nestes períodos de escassez, o corpo otimiza seu consumo de energia para gastar menos e durar mais, sobreviver por mais tempo.

Porém, os tempos mudaram e a evolução trouxe também abundância de alimentos, logo, este mecanismo do corpo não se torna mais tão necessário assim. Alias, ouvimos falar, não tão raramente, que certa pessoa foi achada no mato, na montanha, etc depois de um longo período de tempo perdida. Esta pessoa sem dúvida alguma estaria morta se o corpo não tivesse capacidade de melhorar seu consumo de energia para se auto proteger e evitar a morte por inanição.

Sabemos que o corpo consegue permanecer vivo por muitos dias sem alimento, mas como isso seria possível se ele não otimizasse seu consumo de energia? Agora é a hora que agradecemos por termos esta incrível característica… porém, ela não é a melhor coisa para quem quer perder peso, veremos a seguir o porquê.

-> Dietas restritivas engordam!!

O que faz basicamente a Defesa contra Inanição do corpo é reduzir o ritmo, reduzir o METABOLISMO, ou seja, gastar menos calorias e gasta-las mais eficientemente. Estudos mostram que quando ativado, este mecanismo de defesa diminui o metabolismo em no mínimo 20% a 30%! Isto é fato e é bem documentado cientificamente. Como soa para você saber que seu corpo gasta menos calorias quando você quer criar na verdade um déficit de calorias para perder peso? Queremos que o corpo queime MAIS calorias e não menos!! Vejamos umas verdades a seguir.

Dietas muito restritivas irão ativar este mecanismo muito cedo (questão de dias) e logo o ritmo de perda de peso começará a diminuir até parar, situação esta que chamamos de plateau. Certamente você já ouviu falar de pessoas que estão em dietas restritivas e perdem peso nos primeiros dias e logo nas próximas semanas começam a reclamar que pararam de perder peso mesmo cortando mais a ingestão de alimentos. Como se atingissem uma parede, de onde não conseguem passar, este é o plateau.

A situação começa a ficar insustentável, a fome aumenta, os níveis de energia já estão baixos por causa das restrições, o ânimo não é dos melhores e a pessoa acaba desistindo. Após retomar seus hábitos alimentares ela voltará rapidamente a forma anterior, quando tiver sorte, pois, muito facilmente, esta pessoa pode tornar-se ainda mais gorda que antes da dieta e SEM aumentar o consumo de comida! Vejamos a seguir o porquê disso:

Quando se inicia uma dieta restritiva, geralmente, se perde uma boa quantidade de PESO durante a primeira semana. Esta quantidade diminui com o passar dos dias. ENGANA-SE quem pensa que este peso perdido é queima de gordura apenas.

Na realidade, nestas dietas (como dietas de baixo carboidrato), a maior perda de peso neste estágio é de água. O corpo libera o liquido retido nos músculos, tecidos, etc. Ai você pensa, legal, então depois de perder água eu finalmente vou começar a perder gordura!! Infelizmente não. Mantendo-se esta dieta restritiva, o corpo começara a queimar músculo para retirar energia.

Resultado: mais da metade do PESO perdido advém de água e tecidos magros como músculo. Gordura é somente uma parte do todo. Agora algo muito IMPORTANTE! Músculo é tecido metabolicamente ativo, ou seja, músculos requerem energia a toda hora apenas para se manter! Por isso pessoas musculosas precisam comer mais para se manter! Ei, isto não significa que você precisa ser musculoso para emagrecer, afinal todos nós temos músculos no corpo, o que não queremos é perde-los!!!

Cada quilograma de massa muscular requer aproximadamente 100 kcal por dia só para se manter! Se você esta perdendo músculo, você também estará diminuindo a quantidade de calorias que seu corpo requer diariamente para se manter. Seu corpo gastará menos calorias diariamente. Estudos mostram que quando se mantém uma dieta restritiva durante um período prolongado e sem exercício, 40% a 45% do peso perdido é músculo e não gordura. Você NÃO quer isso, certo? Você não quer perder músculos e fazer seu corpo gastar menos energia!

Agora uma rápida pitada de biologia. Quando você come pouco, o corpo certifica-se de estar mais preparado para armazenar a comida, quando esta vier no futuro. A principal enzima responsável pelo armazenamento de gordura é a LPL (Lipoprotein Lipase). Quando a comida esta curta, o corpo se ajusta quimicamente para evitar que o mesmo aconteça novamente no futuro, ajustando a produção destas enzimas! Quando a comida chegar, elas estarão prontinhas para armazenar melhor tudo que conseguirem. Detalhe importante: você não consegue perder células de gordura!! Você consegue esvaziar estas células mas não perde-las! Por isso é tão fácil ganhar peso novamente.

Conclusão deste ponto: Se você mantém uma dieta restritiva prolongada, você irá, inevitavelmente, perder tecido magro, como músculos, juntamente com a gordura. Quando você retomar os hábitos alimentares, mesmo que estes sejam melhores que os anteriores, você estará muito mais propenso a guardar gordura, porque como explicamos, após um período prolongado com dieta restritiva (questão de semanas):

* Seu corpo se ajustou quimicamente para guardar mais gordura quando o alimento retornar (mais enzimas!!)
* Seu metabolismo sofreu um choque e diminuiu consideravelmente, ou seja, seu corpo está gastando MENOS energia diariamente.
* Você perdeu peso muscular! Ou seja, seu corpo precisa de MENOS calorias para se manter. Menos do que antes da dieta.

Por estes fatores, caso você volte a ingerir a mesma quantidade de comida de antes da dieta, você engordará muito mais fácil! Já que seu corpo esta gastando bem menos energia agora, se você comer a mesma coisa que antes, você estará ingerindo um excesso calórico maior que antes, sendo este, perfeitamente armazenado em suas células adiposas que voltarão a inflarem.

-> Exemplo

Vamos a um exemplo prático para tudo ficar mais fácil de ser entendido:

Imagine que nosso amigo hipotético Paulão fez uma avaliação de sua composição corporal na academia e tem as seguintes características no momento:

Antes da dieta
Peso: 100kg.
18% de gordura corporal.
18kg de massa adiposa (gordura).
82kg de massa magra (inclui músculos e tecidos magros).

Nosso amigo fica indignado com sua situação e decide que vai perder peso! Então como, infelizmente, tem pouca informação, ele folheia algumas revistas na academia e encontra uma super dieta. Começa a seguir esta dieta restritiva super animado.

Na primeira semana ele perde 3 kg! Fica super animado! Na segunda semana perde 2 kg! Nas 2 semanas seguintes ele perde 1.5kg e na quinta semana ele quase não perde peso, atingindo o plateau (aquela parede onde o corpo se ajustou muito bem para evitar perder mais gordura). Paulão começa a ficar frustrado, mas está feliz, afinal ele perdeu 8 kg em pouco mais de 1 mês! Considera a dieta um sucesso. Mas vamos ver abaixo a nova composição do corpo dele para saber a verdade:

Após a dieta
Peso: 92kg
14.8% de gordura corporal.
14kg de massa adiposa.
78kg de massa magra.

Perceba que ele perdeu 4 kg de gordura e 4 kg de músculos! Fica evidente que a dieta foi um fracasso! O corpo dele agora gastará, somente devido a perda de massa magra, em torno de 400 kcal/dia a MENOS. Sem contar o metabolismo reduzido que foi causado pela dieta.

Então se analisarmos o resultado da dieta, tomando-se em consideração a composição corporal e não somente a balança, percebemos o quanto esta foi ineficaz.

Como agora a dieta esta acabada, Paulão volta com seus hábitos alimentares. Mesmo que estes hábitos não sejam tão ruins como antes, vejamos o que acontece após algumas semanas quando ele volta a academia para fazer outra avaliação de sua composição corporal:

6 semanas após o fim da dieta
Peso: 100kg.
20.5% de gordura corporal.
21kg de massa adiposa.
80kg de massa magra.

Resultado: Ele agora está mais gordo que antes de iniciar a dieta. Este efeito é conhecido como “yo-yo effect“. A cada ciclo destes que se completa, fica mais difícil de se perder peso no futuro. É super importante não considerar somente o peso da balança quando se perde peso, mas sim, se preocupar em que tipo de peso esta sendo perdido. Mas não se preocupe, você não necessariamente precisa fazer uma avaliação física. Seguindo as recomendações do Emagrecer de Vez você irá evitar acabar como nosso amigo Paulão.

Parabéns por tomar iniciativa de procurar se educar melhor sobre as verdades sobre os processos de emagrecimento. Agora você já sabe os perigos das dietas que são vistas por ai. Não existe mágica! Não existe método revolucionário. O corpo possui um funcionamento só. Se você compreende este funcionamento, você estará apto a entender as formas REALMENTE eficazes de se perder gordura.

O Emagrecer de Vez faz questão de lhe mostrar o funcionamento do corpo de forma clara e lhe mostrar as verdades sobre emagrecimento. Sinta-se a vontade para ler os outros artigos do site, totalmente gratuitos. Os artigos visam, sincera e honestamente, lhe ajudar a atingir o corpo que você sonha, com consciência e sabedoria!

Quer uma sugestão de livro de referência sobre o assunto? Ok, um ótimo material internacional, porém, traduzido para o português é o livro: A dieta do Abdômen. Este livro também é uma das referências internacionais que uso para escrever os artigos do site. Ele explica de forma clara o que é uma alimentação correta e também propõe exercícios e uma dieta saudável.

Um abraço.

Fonte: http://emagrecerdevez.com/saiba-por-que-95-das-dietas-falham

Dicas para perda de peso...

Se você é mulher e quer perder peso

Se você é mulher e tem como prioridade a queima de gordura pra atingir o corpo que sonha, você tem que agir com estratégia para chegar lá e eu te dou as principais dicas.

Primeiro de tudo, certifique-se de ter uma alimentação rica em PROTEÍNAS!! Lembre-se disso. Se você é leitora do site, ta careca de saber dos vários benefícios das proteínas. Se quiser revisá-los, leia este artigo precioso: Proteínas, tudo que você precisa saber para perder peso e/ou construir músculos (Coloquei o texto mais abaixo, mas segue o link - http://emagrecerdevez.com/proteinas-tudo-que-voce-precisa-saber-para-perder-peso-eou-construir-musculos )

Além disso, veja: Durante o processo de perda de peso é normal que seu corpo também queime massa magra (músculos), pois, como eu disse, é “caro” pro corpo manter músculos que não estão sendo usados, pois eles precisam de energia constatemente.

Se seu corpo queima mais massa magra do que o normal, você restringe sua alimentação, seu corpo queima os seus preciosos músculos, aí você começa a queimar menos calorias ainda por dia e restringe mais ainda a alimentação, aí o corpo queima ainda mais músculos e aí você já vê pra onde que vai o ciclo, né?

Logo, a outra dica é: Mantenha seus músculos ativos de alguma forma! Pode ser com exercícios funcionais ou qualquer outro programa que mantenha seus músculos em atividade! É importante que faça alguma atividade neste sentido pelo menos umas 2 vezes na semana, no mínimo.

Fazendo isso, você pode ter certeza que obterá mais sucesso no seu processo de perda de gordura, ok?

Você pode optar por fazer exercícios de musculação na academia também, visando desenvolver seus músculos, enquanto continua com o foco na perda de peso.

Bom, infelizmente nem todo instrutor de academia sabe montar séries legais para ganho de massa ou não sabe exatamente as melhores técnicas pra este fim, mas paciência, ainda assim é muito aconselhável que, se puder, vá por este caminho para variar seus exercícios e investir no sucesso da sua jornada de perda de peso.

Interessando-se por isso, dê uma olhada neste meu novo material focado especificamente nisso ou indique para seu instrutor.

De uma forma ou de outra, você vai acabar investindo seu tempo no que realmente funciona e tendo mais resultados em menos tempo.

Se você é mulher e quer ganhar massa

Se você é mulher, tem como prioridade o ganho de massa muscular e é como eu que gosta de investir o tempo no que realmente funciona, obtendo mais em menos tempo, vai gostar das dicas de hoje.

Primeiro, alimentação! Saiba da importância enorme de se alimentar corretamente para o objetivo de ganho de massa. As regras de ouro são:

- Alimentação riquíssima em proteínas (principalmente no café da manhã e logo após o treino)
- Calorias adicionais por dia. Sugiro que ingira em média de 10% a 20% mais calorias do que você ingere normalmente, para que seu corpo tenha a energia necessária para construir e desenvolver nova musculatura.
- Supra ser corpo com carboidratos de qualidade, principalmente na refeição do pós-treino, junto com sua fonte escolhida de proteína. Aqui, sugiro fortemente que pense a respeito do Whey Protein.

Segunda parte: Inteligência no seu programa de exercícios.

Muita gente dá palpites sobre os métodos de treino mais eficazes para hipertrofia muscular, porém, poucos realmente têm respostas embasadas pra isso e isso é triste.

Nota: Seu corpo não criar novas fibras musculares, ao contrário da crença comum, mas sim, aumenta (em diâmetro) e fortalece as fibras atuais. É assim que, de fato, acontece o “ganho de massa muscular”. Isso é comprovado cientificamente.

O treino pra hipertrofia é diferente do treino pra força ou para condicionamento! Todo mundo sabe disso, mas por que os erros continuam acontecendo toda hora?

Entenda que é MUITO importante que você dê um bom tempo de recuperação para os músculos, após uma sessão focada de treino, afinal, é durante este tempo que eles irão se reconstruir e se fortalecer. Se você treinar com mais frequência do que o correto ou repousar por mais tempo que deveria, você irá ter resultados que não são os melhores.

Essa é somente uma das variáveis do treino. Veja, as principais variáveis de treinamento são: Carga, volume, intervalos de descanso, frequência de treino, modalidade de treino, velocidade das repetições e, finalmente, a ordem dos exercícios.

Todas essas variáveis são interligadas, ou seja, alterando-se uma, impacta-se outra. Porém, quando você sabe exatamente como controlar cada um das variáveis para obter resultados realmente impressionantes, você terá controle sobre seu treino e também sobre seus resultados.

Bom, esse assunto pode se delongar muito e não está no escopo desse artigo falar em detalhes sobre isso, porém, se tiver interesse em saber as verdades sobre treinamento para ganho de massa muscular, dê uma lida nesse meu material focado somente nisso: Hipertrofia Muscular.

Se você é homem e quer perder peso

Sugiro que leia acima o que escrevi no caso das mulheres que querem perder peso, pois, o mesmo se aplica exatamente para o seu caso.

Neste caso, o que conta é o corpo humano e não o sexo, portanto, sugiro que dê uma olhada lá!

Ah sim, como você é homem, provavelmente, irá ter um interesse maior em desenvolver os músculos, além de simplesmente manter os existentes. Se desenvolver os músculos e ganhar uma massa muscular parece um assunto interessante pra você, sugiro que também dê uma atenção ao tópico abaixo.

Se você é homem e quer ganhar massa muscular

Bom, se você é como eu que sempre se interessou por ganho de massa muscular, em ter um corpo, com o qual, você se sinta bem e orgulhoso, preste atenção no que vou falar abaixo.

Quando tratamos desse assunto, você sabe, todo homem quer estar certo e, discussões sobre ganho de massa é, na realidade, uma briga de egos. Cada um tem um palpite, cada um acha que tem algo que se aplica a todos, etc, etc… é engraçado, porém, pode ser frustrante.

Enfim, o objetivo de ganho de massa muscular verdadeiro separa-se em duas grandes categorias, as quais, você deve já ter ciência:

- Alimentação
- Treino

Eu arriscaria dizer que cada uma delas é responsável por 50% do sucesso do teu objetivo de ganho de massa.

Sobre a alimentação, você já sabe muito, caso leia o Emagrecer de Vez, porém, talvez não perceba também que a idéia básica de uma alimentação correta e balanceada se aplica tanto para emagrecimento, quanto, para ganho de massa muscular.

Para criar músculos a todo vapor, você precisa disponibilizar para seu corpo todos os nutrientes necessários e de sobra. Isso significa, principalmente, uma dieta super rica em proteínas, fibras e carboidratos nutritivos e de qualidade.

Muitos falam das famosas técnicas de bulking e ainda o pessoal costuma dividir isso em bulking sujo e bulking limpo hehehe…

Os dois focam em ingerir mais calorias do que você precisa por dia, porém, uma delas fala que você pode ingerir o que for, por que o ponto é ganhar peso (hamburgers, cheetos, doces, etc), enquanto a outra orienta que você ganhe peso comendo alimentos nutritivos e de qualidade.

Bom, eu só vejo uma opção, logo, não vejo nem sentido em dividir tudo. O ponto é, sim, você precisa ingerir mais calorias do que você está normalmente acostumado, caso queira ganhar massa muscular, porém, estas calorias extras precisam ser oriundas de alimentos de QUALIDADE e isso você sabe como fazer, caso já leia este site.

Sugiro, de modo geral, que calcule quantas calorias por dia seu corpo precisa para manter o peso atual (Use as Calculadoras) e depois, ingira em média, de 10% a 20% mais calorias do que este número, para suportar um ganho de massa legal.

Priorize seu café da manhã e a refeição do pós-treino (até 30 minutos depois do treino). Foque em PROTEÍNA e em ingerir também um carboidrato de qualidade! Você também pode se interessar pelo Whey Protein nestes casos, pela praticidade.

Nota: Seu corpo não criar novas fibras musculares, ao contrário da crença comum, mas sim, aumenta (em diâmetro) e fortalece as fibras atuais. É assim que, de fato, acontece o “ganho de massa muscular”. Isso é comprovado cientificamente.

Agora, sobre o treino, veja, quase todo mundo tem palpites sobre o melhor treino para ganho de massa, certo? É como eu disse, uma luta de egos onde ninguém quer estar errado e todos acham que estão certos. Isso acontece pela falta de material de qualidade sobre o assunto, ou seja, pela falta de material conclusivo sobre hipertrofia muscular.

Mas, enfim, é importante ter em mente que um treino ótimo para ganho de massa muscular depende da configuração perfeita das seguintes variáveis:

Carga, volume, intervalos de descanso, frequência de treino, modalidade de treino, velocidade das repetições e, finalmente, a ordem dos exercícios.

Mais peso, menos volume? Mais volume, menos peso? Intervalos longos ou curtos? 1x, 2x, 3x na semana? qual o melhor?

Enfim, as perguntas são infinitas e você sabe do que to falando. Claro que é difícil você não obter resultado nenhum, mesmo treinando incorretamente, pois, seu corpo se adapta de uma forma ou de outra, porém, a grande maioria das pessoas acaba investindo muito tempo e esforço treinando e consegue resultados muito inferiores ao que poderiam conseguir, caso investissem o mesmo tempo aplicando as técnicas corretas.

Hipertrofia muscular é um universo em si, porém, as verdades existem sim. Por incrível que pareça, estudos científicos estão aí para nos dizer o que realmente dá mais resultado pra quem tem interesse em ganho de massa muscular.

Mas, novamente, a luta de egos é tão grande que é difícil a galera, abaixar a cabeça e ter humildade suficiente para ter uma cabeça aberta para os fatos!

É preciso também ter em mente que o treino com foco principal em ganho de massa é diferente, sim, de um treino para ganho de força bruta ou de condicionamento/resistência. A configuração das variáveis que mencionei antes, varia de acordo com cada objetivo e muitos, sem saber, acabam tendo como objetivo uma coisa e treinando para outra… e daí, qual o resultado? Frustração.

Fonte: http://emagrecerdevez.com/alimentacao-exercicios-para-ganho-de-massa-muscular

Proteínas, tudo que você precisa saber para perder peso e/ou construir músculos

“O corpo pode se utilizar de proteína mais eficientemente se esta for consumida frequentemente durante o dia. 6 refeições menores, cada uma contendo proteína, permite que o corpo faça melhor uso dos nutrientes do que se você fizer apenas 2 ou 3 grandes refeições.”
Jane Brody, Autora do livro “Jane Brody’s Nutrition Book” e colunista do jornal NY Times.

Vamos para mais um artigo longo e repleto de verdades essenciais! Aqui pretendo colocar todas as informações que você precisa saber sobre as proteínas e seu consumo. Ao final do artigo, você terá todas as informações necessárias para fazer as mudanças na sua alimentação neste sentido e entender exatamente o porquê de cada uma. Como sempre, vou me preocupar em explicar todos os conceitos de forma fácil e em uma linguagem corriqueira! É isso, vamos lá!

-> Simplesmente, o que são proteínas e pra que servem?

Poderíamos colocar centenas de páginas aqui sobre isso, fazendo um verdadeiro show de química e biologia aplicada, vamos lá? Não… claro que não. O que queremos e o que foi prometido são informações diretas e práticas. Proteína é a matéria-prima para o corpo humano. Cada proteína é composta de partes menores chamadas aminoácidos. Pronto .
As proteínas são usadas na construção e reparação dos músculos e tecidos diversos do corpo. Entenda a proteína como sendo fundamental em sua dieta. Iremos ver mais adiante em detalhes a quantidade que deve ser ingerida e de quanto em quanto tempo.

Agora algo muito importante que praticamente bateu o martelo no meu entendimento da importância da ingestão frequente de proteínas: Ao contrário dos carboidratos e das gorduras, proteínas não podem ser estocadas no corpo. Após ingeridas, as proteínas ficam no corpo por em torno de 3 horas apenas. Lembra-se do que acabei de dizer? Proteína é materia-prima para o corpo.

Você quer que seu corpo tenha sempre material disponível para se renovar, se regenerar, se reparar e crescer. Este é um dos grandes motivos de se alimentar a cada 3 horas. Por favor não deixe de ler o artigo O grande segredo para perda de gordura e ganho muscular. É um dos artigos essenciais do Emagrecer de Vez e da sua jornada rumo ao corpo desejado.

Fonte: http://emagrecerdevez.com/proteinas-tudo-que-voce-precisa-saber-para-perder-peso-eou-construir-musculos

Antes de entrarmos em mais detalhes, atenha-se a uma coisa importante: Você nunca atingirá sua máxima performance no processo de perda de peso ou ganho muscular caso você não use desta chave-mestra, faça disso um novo hábito! Ao final deste artigo você entenderá o porquê disso perfeitamente.

Afim de dar um panorama geral, dê uma olhadinha na tabela abaixo elaborada com base em uma pesquisa da Universidade de Massachusetts com 500 pessoas. São números que mostram uma correlação entre obesidade e quando as pessoas comem:

Hábito Muda o risco de obesidade em:
Faz pelo menos um lanche durante o dia -39%
Fazer da janta sua maior refeição do dia +6%
Esperar mais de 3 horas pela manhã antes de comer algo +43%
Comer mais de 1/3 de suas refeições em restaurantes +69%
Ir para cama faminto (+ de 3 horas depois de sua última refeição) +101%
Não ter café da manhã +450%

Impressionado(a)?….. Ótimo, agora seguimos para os pontos mais importantes deste artigo. Ao final, irei colocar um exemplo prático de como seria a divisão calórica, periodicidade, etc. de suas refeições.

-> O que eu devo fazer afinal?

O grande segredo é comer freqüentemente e em menor quantidade. Para homens: Fazer de 6 a 7 refeições por dia. Para mulheres: 5 refeições diárias ou 6. Ou seja, deve ter uma refeição a cada 3 ou no máximo 4 horas.

Caso você nunca tenha lido sobre isso antes, deve estar pensando algo como: “Espera aí, você esqueceu que meu objetivo é emagrecer??”. Ok, isso é normal, ao final você terá entendido tudo.

Estas várias refeições diárias devem estar distribuídas igualmente durante o dia, ou seja, é aconselhável que você faça uma refeição a cada 3 horas. Cada refeição dessas não é a refeição que você provavelmente está acostumado(a). Como exemplo, uma das 6-7 refeições pode ser somente um sanduíche de atum ou uma batida de proteína com algumas amêndoas. Estas refeições NÃO são os grandes pratos que você provavelmente está acostumado a comer de 2 a 3 vezes ao dia! São refeições menores e balanceadas ao longo do dia. Simples, certo? Agora veja abaixo todos os pontos que irão te convencer a começar imediatamente a mudar sua rotina!

-> Os grandes problemas de 2 a 3 refeições por dia.

A grande maioria da população tem o hábito de tomar um café (quando o fizer), almoçar e jantar. Talvez comer alguma coisinha entre as refeições e pronto. Normalmente se concentra a quantidade de alimento em 2 refeições, almoço e janta. Agora vejamos os problemas deste hábito. Antes disso lhe pergunto: Acontece com frequência você sentir sono no período da tarde? Sua disposição varia durante o dia, com picos altos e baixos? Aposto que a maioria responderia sim para uma ou ambas das perguntas anteriores. Agora a razão disso:

Concentrando-se sua alimentação em basicamente 2 grandes refeições ao dia você faz com que seu corpo, logo após a ingestão do alimento, libere grandes quantidades de insulina no sangue para estocar todos os nutrientes ingeridos. O problema com este pico de insulina no sangue é que o corpo acaba guardando tudo que precisa rapidamente fazendo com que os níveis de açúcar, etc. do sangue fiquem abaixo do normal. Isso sinaliza ao corpo que o mesmo precisa restabelecer estes níveis, ou seja, você precisa se alimentar!! Mas você já comeu uma refeição grande a não muito tempo!! Exatamente. Este processo é um ciclo ruim. Você faz uma refeição grande, causa pico de insulina, sua disposição e energia cai, tempo depois sente fome novamente e assim se continua o ciclo.

Além disso, quando você almoça e janta apenas, perceba o longo período entre as refeições. Período esse que seu corpo fica sem alimento. Nestes períodos longos entre refeições ocorre um processo chamado de catabolismo. De maneira simplificada você pode entender o catabolismo como o processo de utilização de músculos e outros tecidos como energia pelo corpo.

Falamos mais sobre isso no artigo Saiba por que 95% das dietas falham!. Você realmente NÃO quer que este processo ocorra. Como já mencionado nos outros artigos-chave do Emagrecer de Vez, você sabe que músculo é tecido metabolicamente ativo e é o que transforma seu corpo em uma máquina de queima de gordura, mesmo enquanto descansa no sofá. Se você perder músculos, estará fazendo com que seu corpo requeira menos e menos calorias para se manter durante o dia. Isso é péssimo para seus objetivos. Ou seja, você tem que manter seus músculos a todo custo.

Para evitar o catabolismo você tem que eliminar estes períodos longos entre refeições. Este é um dos bons motivos de se alimentar a cada 3 horas. Desta forma seu corpo terá uma constante realimentação, assim, pode manter um ritmo anabólico, ou seja, de reparação e construção muscular e/ou queima de gordura, dependendo de seu objetivo. Você quer anabolismo e não catabolismo.

Um estado anabólico é o que o corpo precisa para se reconstruir e queimar gordura. Se seu objetivo é ganho muscular, você vai querer estar em estado anabólico 100% do tempo! Só assim seu corpo estará reconstruindo seus músculos tornando-os mais fortes e maiores. Se seu objetivo é puramente perda de gordura, o anabolismo faz com que seu metabolismo fique acelerado, consumindo mais energia o tempo inteiro, conseqüentemente, queimando mais gordura.

A freqüência das refeições por si só pode ter resultados milagrosos a favor do seu objetivo!!!

-> Turbine seu metabolismo e queime gordura com força total!

Um dos grandes pontos positivos, senão o maior de todos, em se alimentar a cada 3 horas é manter o seu metabolismo em ritmo acelerado! Provendo alimento ao corpo a cada 3 horas você faz com que seu corpo tenha uma fonte contínua de energia, fazendo com que não existam picos e vales, mas sim um nível estável e saudável de energia.

Isso significa que você não terá mais aquele sono após comer ou no período da tarde. Significa também que você não terá aquela vontade de beliscar coisas durante o dia. Este hábito controla seu apetite. Lembrando: manter seu metabolismo alto faz com que seu corpo queime mais gordura mesmo quando estiver descansando.

Como já vimos em outros artigos, a chave para a queima de gordura e construção muscular é manter seu metabolismo em ritmo acelerado, e isso pode ser obtido de algumas formas. Uma das mais importantes de todas é se alimentar freqüentemente. Esta é a CHAVE, o GRANDE SEGREDO, de uma dieta eficaz, eficiente e duradoura. Entenda que não é possível atingir seu potêncial máximo de queima de gordura ou ganho muscular sem ter este hábito.

Quando você concentra sua alimentação principalmente em almoço e janta você faz com que seu corpo derrube seu metabolismo nos períodos longo que ele enfrenta sem alimentação, trabalhando em modo catabólico, conforme falamos. Isso é tudo que você não deve querer para si.

Seguindo-se o novo hábito proposto, fica muito mais difícil para o corpo estocar gordura! Quando você concentra sua alimentação no almoço e janta, geralmente, você come bem mais do que seu corpo necessita para aquela ocasião. Isso faz com que o excesso, obviamente, seja estocado em forma de gordura, sem nenhuma piedade. Se você provê seu corpo com os nutrientes necessários a cada 3 horas, muito mais dificilmente ele optará por estocar o excesso como gordura.

Para fechar este ponto guarde essas duas coisas importantes em mente: Deixe seu metabolismo acelerado comendo freqüentemente e queime gordura com força total e ainda dificulte que o corpo estoque excesso de energia.

-> Comer por si só queima calorias!

Agora um conceito bastante importante. Quando você se alimenta, seu estômago faz a digestão deste alimento e depois o corpo o processa.

Para este processo de digestão o corpo precisa de energia, ou seja, o corpo usa energia para fazer a digestão. Este efeito é chamado de Efeito Térmico (Thermic Effect). Estima-se que 10% da energia que você consome através do alimento, seja utilizada somente para sua digestão. Porém a grande sacada é que alguns alimentos requerem mais energia do que outros para serem digeridos, ou seja, alguns alimentos têm efeito térmico maior que outros.

O alimento de maior efeito térmico é proteína, seguido dos carboidratos e por último da gordura.
É exatamente por isso também que cada uma das 5-6-7 refeições diárias precisa conter uma proteína de qualidade.

-> As grandes vantagens da proteína ingerida em cada refeição.

Como dito, cada uma das refeições que você fizer durante o dia precisa conter uma quantidade de proteína de qualidade (peixe, peito de frango, whey protein, carne magra, etc.). Veja as enormes vantagens irrefutáveis disso:

- Proteínas em cada refeição provê seu corpo com os aminoácidos necessários para reconstrução muscular e manutenção muscular, ou seja, evita catabolismo (perda muscular).
- Proteínas trazem saciedade, ou seja, comendo proteína a cada 3 horas você deixará seu apetite sob controle constante.
- Proteínas tem o maior efeito térmico na digestão. Queime mais calorias a cada 3 horas somente ingerindo proteína. Estima-se que 20% das calorias ingeridas com proteínas sejam gastas apenas na digestão, ou seja, pelo efeito térmico.

- Proteínas irão manter seus índices glicêmicos em ordem! Colaboram para manter seus níveis de insulina estáveis ao longo do dia. Para saber tudo que importa sobre insulina e como ela impacta seu emagrecimento ou ganho muscular, lembre-se de ler o artigo: As verdades que todos deveriam saber sobre Insulina.
- Mantendo seus níveis de insulina estáveis durante o dia, você mantêm ativado seu modo de queima de gordura!

Uma informação super importante é que as proteínas somente ficam disponíveis no corpo por aproximadamente 3 horas depois de ingeridas. Como já sabemos, elas são responsáveis, entre outras coisas, pela construção muscular. São a materia-prima do corpo.

Veja o artigo Proteínas, tudo que você precisa saber para perder peso e/ou construir músculos para adquirir todo o conhecimento necessário sobre a importância da proteína na alimentação.

-> Neste contexto, a incomensurável importância do café da manha!

Tenho certeza que não preciso dizer aqui todas as vantagens desta primeira refeição do dia, porém, gostaria de enfatizar os pontos mais importantes que são coerentes ao contexto que estamos tratando.

JAMAIS pule o café da manha. Após o longo período em que você esteve dormindo, seu corpo está sedento por nutrientes e seu metabolismo esta baixo. “Tomar” o café da manha fará com que seu metabolismo acelere novamente e que seu corpo saia do processo catabólico, retomando um estado anabólico.

O pior erro que você pode fazer é pular o café. Se você o fizer, irá perdurar ainda mais o período em que o corpo esta sem nutrientes. Fará com que o catabolismo continue em ação, queimando músculos ao invés de gordura e fará com que seu metabolismo continue baixo, fazendo com que seu corpo continue gastando pouca energia.

O que você quer, lembre-se, é um metabolismo acelerado e um estado anabólico para que seu corpo se torne uma máquina de queima de gordura, não uma máquina lenta de estocagem de gordura e queima muscular.

-> Mudança de hábito

Mudar hábitos é algo que sempre exige algum esforço. Dizem que um novo hábito leva 21 dias para ser instalado e fazer parte da sua rotina. Você pode estar achando que o esforço para conseguir se habituar a se alimentar desta forma é muito grande. Bom, eu mesmo passei por este processo e posso ser testemunha que realmente não é difícil como pode parecer.

Tudo é mais difícil no começo, no período de adaptação da mudança, mas depois fica natural… e fica mesmo! Agora, por exemplo, eu não consigo me imaginar não comendo a cada 3 ou 4 horas no máximo. Eu entendi e internalizei todos os pontos positivos desse hábito e já estou com ele a tempo suficiente para realmente não conseguir muda-lo ou retornar aos meus velhos hábitos.

O mais importante é tomar a decisão.

Eu acredito que se o objetivo de você conquistar sua meta, tendo o corpo que você quer, é realmente importante para você, você irá de fato querer com muita vontade isso! Se você quer com muita força atingir este objetivo, essa mudança de hábito não passa de um desafio pequeno que você com certeza vai se adaptar logo.

O que eu faço e aconselho é: planeje HOJE seu próximo dia. Se você fica fora o dia inteiro, precisará fazer suas refeições intermediárias fora de casa, então precisará levá-las consigo de alguma forma. Ou caso você tenha boas opções saudáveis perto de onde esteja, fica ainda mais fácil.

Eu, diariamente, preparo minha segunda refeição (após o café) e minha quarta refeição (após o almoço) e as levo comigo para o trabalho. Não deixe de ver Atinja seu objetivo de uma vez por todas. Saiba a verdade sobre refeições balanceadas (nutrient ratio) para saber exatamente como suas refeições precisam ser.

-> Exemplo prático

Agora para deixar tudo mais claro de como este hábito se aplica na prática, vejamos abaixo alguns exemplos:
Lembrando que se você não leu as informações acima você não vai entender a importância crucial de se ter esta prática. Aconselho que você entenda o porquê de tudo que venha a fazer. Só assim pode manter sua motivação , sabendo as reais razões para estar fazendo o que está fazendo.

* Vamos supor que sua dieta atual é de 2400 calorias por dia.

-> Supondo que você é homem, 2400 / 6 = 400, ou seja, cada uma das 6 refeições ao longo do dia tem em média 400 kcal.
-> Supondo que você é mulher, 2400 / 5 = 480, ou seja, cada uma das 5 refeições ao longo do dia tem em média 480 kcal.

Geralmente é recomendado que o café seja a maior refeição do dia e a janta a menor. Isso quer dizer que você não precisa comer exatamente a média de calorias em cada refeição. Você variar, comendo menos ou mais, dependendo de qual refeição do dia.

* Agora vamos supor uma divisão do seu dia e colocar as refeições. É exatamente assim que eu faço:

7:00 – Café da manha (450kcal)
10:00 – Refeição 2 (350kcal)
12:30 – Almoço (550kcal)
15:30 – Refeição 4 (350kcal)
19:00 – Janta (400kcal)
22:00 – Refeição 6 (300)

Aí cabe a você ajustar sua agenda. Lembrando de fazer uma refeição a cada 3 ou no máximo 4 horas.

Apenas mantenha em mente de manter cada refeição na faixa de 300kcal-600kcal. Esta é uma quantidade bem aceita. Novamente, ajuste o valor proporcionalmente dependendo da sua quantidade calorica diária.

Não deixe de visitar a página das Calculadoras para calcular facilmente qual sua necessidade diária de calorias de acordo com seu objetivo.

-> Resumindo

O “grande segredo”, utilizado a décadas por profissionais de fitness, fisioculturistas, etc. é:

Comer em média 6 refeições diárias, 1 refeição a cada 3 horas, cada uma contendo proteína de qualidade.

Esta mudança de hábito é a mudança MAIS importante de todas que você deve implantar agora mesmo se você tem interesse sério em atingir o corpo que sonha. Você não vai conseguir atingir seu potencial máximo sem fazer isso. Todo hábito é mais difícil de se implantar no começo, mas logo depois (dizem após 21 dias), o novo hábito se estabelece e aí vai ficar difícil é de se livrar dele.

Tire proveito de todos os benefícios que este hábito vai lhe proporcionar! Faça isso e depois poste seus comentários aqui no Emagrecer de Vez para compartilhar seus resultados! Lembre-se, esta mudança é tão importante que mesmo se você não fizer mais nada, apenas isso, você irá notar uma mudança bastante positiva em direção ao seu objetivo. Parabéns por ter adquirido mais este conhecimento!

Um abraço.

Fonte: http://emagrecerdevez.com/o-grande-segredo-para-perda-de-gordura-e-ganho-muscular

A proteína contêm 4 calorias por grama e as encontramos:

Carnes – cortes de carne magra, aparadas e sem pele.

- Aves: galinha, peru, ganso, etc (sempre sem pele)
- Carne vermelha: qualquer qualidade de vacas magras, alces, búfalo e canguru.
- Outras carnes: porco, cordeiro, etc (comprar apenas as partes mais magras)
- Peixe: bacalhau fresco, salmão e peixe espada. (a maioria dos peixes são magros e contem gorduras saudáveis)
- Moluscos: mexilhões, ostras, vieiras, camarões, lagostas, etc

Lácteos – Escolha lácteos na sua maioria com baixo teor de gordura

- Leite, leite em pó
- Requeijão (bom para melhorar a saúde do intestino)
- Queijos (queijos são muito ricos em gordura, por isso, escolher queijos macios quando possível)
- Ovos, ovo em pó (claras de ovo são pura proteína, gemas de ovos contêm gordura e proteína)

Proteínas vegetais – Proteínas vegetais são frequentemente incompletas, por isso, é sensato adicionar outras fontes de energia.

- Nozes: (também com um elevado teor de gorduras saudáveis para além dos seus carbohidratos)

Fonte: http://www.emforma.net/nutricao/onde-encontrar-proteina/

sábado, 14 de julho de 2012

Posso fazer todas as refeições e mesmo assim ter anemia?


Pode! Muita gente tem comida à disposição e mesmo assim tem anemia, pois faltam alguns nutrientes nas refeições.

Há várias causas de anemia e a mais frequente é por deficiência de ferro que é uma substância essencial para formar os glóbulos vermelhos. Olha como o corpo é uma máquina fantástica: os glóbulos vermelhos transportam o oxigênio para todos os órgãos. Se nossa alimentação é pobre em alimentos com ferro, não vamos produzir glóbulos vermelhos e sem eles, o oxigênio não chega aos órgãos. Aí a pessoa fica pálida e começa a sentir um cansaço e um desânimo sem fim. O sistema imune também começa a falhar e a possibilidade de ficar doente e pegar infecções aumenta muito.

Em crianças e adolescentes a necessidade de ferro é maior, pois eles estão crescendo depressa. Crianças com anemia podem ter até baixo rendimento escolar. Em adultos a anemia pode reduzir e prejudicar a capacidade de trabalho. E o mais grave: a pessoa demora a cair a ficha que o problema pode ser este...

O ferro está disponível nos alimentos. Então é fácil manter o corpo em equilíbrio, basta comer folhas escuras como espinafre, couve, rúcula, agrião e brócolis. E ainda tem outras fontes de ferro: feijão, beterraba, gema de ovo, lentilha, fígado de boi, carne e peixe.

Ou seja, há muitas opções!! Dá para variar e fazer do cardápio saudável uma rotina. Fuja da anemia! Faça as escolhas certas! Afinal, como diz a Organização Mundial da Saúde, devemos acabar com a deficiência de ferro, pois ela suga a vitalidade das crianças e também dos adultos.

Retirei do Face - Dra Ana Escobar

Óleo de coco e chia emagrecem? Mito ou verdade?


Está na moda e por isto, muita gente tem esta dúvida. Veja o que os estudos mais recentes dizem:

Óleo de coco

Primeiro, vamos entender um pouquinho sobre as gorduras. Como vocês sabem, há vários tipos de gordura. As gorduras saturadas estão na carne, no leite, no cacau, no coco e no óleo de coco. As membranas das nossas células precisam desta gordura. As vitaminas também dependem dela para serem armazenadas no organismo. Além disto, esta gordura forma alguns hormônios. Mas se ingerimos mais que o necessário o colesterol ruim aumenta. Por isto, a gordura saturada está associada às doenças cardiovasculares, como hipertensão e infartos.

Com o avanço da técnica conseguimos dividir as gorduras saturadas em quatro tipos (não se assuste com os nomes!!): láurica (que é a do óleo de coco), mirística (que é a do leite), palmítica (da carne) e esteárica (do cacau). E sabe qual destas é a PIOR para nosso organismo? A láurica, que é a do óleo de coco.

Isso significa que ingerir este tipo de gordura em quantidades inadequadas pode aumentar o colesterol ruim e depois de um tempo entupir as artérias, levando a um infarto, por exemplo. Além disso, os estudos sobre o poder de emagrecimento do óleo de coco são inconclusivos. Isso significa que não há evidências científicas que comprovem que o óleo de coco emagreça. Por isso, fica aqui a recomendação: não tome nenhuma cápsula sem a devida orientação médica.

Chia

A semente da chia é rica em vários nutrientes: proteínas, ômega 3, cálcio, magnésio, fósforo, fibras e antioxidantes. Por ser muito rica em fibras, a chia tem a característica de se transformar em um gel firme quando colocada em um pouco de água. Com base neste princípio, acredita-se que a chia dê a sensação de saciedade para quem ingere uma colher antes das refeições. Por isso dizem que a chia emagrece. E as pesquisas a este respeito, o que dizem? Há controvérsias. Estudos bem conduzidos cientificamente não conseguiram provar os efeitos de emagrecimento da chia. Por isso, não podemos ainda, com as evidências científicas atuais, dizer que a chia emagrece.

Má notícia? Não! Só uma comprovação que não existe milagre para emagrecer!!

Retirei do Face - Dra Ana Escobar

Uma dúvida: para que serve a tireóide?

(Eu tenho/trato hipotireoidismo)

Cansaço, falta de energia e desânimo não são necessariamente consequência do excesso de trabalho e de preocupações. Uma pequena glândula que fica no pescoço comanda a energia do nosso corpo. É a tireóide. Ela produz T3 e T4, dois hormônios fundamentais para o funcionamento equilibrado de vários órgãos importantes como o cérebro, o coração e o fígado.

O T3 e o T4 permitem que o metabolismo funcione em ordem. Não vivemos sem eles. Eles são importantíssimos para o crescimento e desenvolvimento das crianças, regulam o ciclo menstrual das mulheres, atuam no nosso humor, na memória, nas emoções e até no nosso peso. Graças aos hormônios da tireóide temos energia para todas as tarefas do dia a dia.

O que é o HIPOTIREOIDISMO ?

Como o nome já diz, é a diminuição dos hormônios da tireóide. Quem tem hipotireoidismo sente muito cansaço, o coração bate mais devagar. A pessoa tem sono e preguiça, sente mais frio, engorda com facilidade. A pele fica mais seca, o intestino pode ficar preso, a memória pode diminuir e em alguns casos a doença leva à depressão. A boa notícia é que há tratamento. Como existem várias causas para o hipotireoidismo, é preciso ir ao médico para que ele identifique a origem do problema e faça o tratamento.

E o HIPERTIREOIDISMO? O que é?

Nesta situação os hormônios T3 e T4 estão em excesso. Os sintomas são exatamente opostos aos do hipotireoidismo. O organismo começa a funcionar acelerado: o coração bate mais rápido, as pessoas podem perder peso, ficam agitadas, não dormem direito, tem a menstruação irregular e sentem mais calor. Neste caso também existe tratamento.

Como saber se estou com alguma alteração na tireóide? Fácil! Procure o médico e ele vai pedir exames de sangue com a dosagem dos hormônios. Se precisar, são também pedidos exames de imagem, como um ultrassom. Lembre-se: a maioria dos problemas de tireóide tem tratamento.

Faça seus exames regularmente e viva com saúde.

Retirei do Face - Dra Ana Escobar

terça-feira, 3 de julho de 2012

Dieta Sem Milagres


Dra. Ana Escobar indica: Dieta Sem Milagres

Por que escolhi este nome?

Porque não há milagre nem dieta milagrosa para quem quer emagrecer. Só tem um jeito: fazer uma restrição alimentar e comer menos. É isso mesmo: reeducar-se a comer. E isso todos podem e devem fazer. Por isso eu e a nutricionista Adriana idealizamos esta dieta para vocês. Acreditamos que por isso será útil para todos. Com esta reeducação com certeza você vai perder alguns kilinhos e se sentir melhor.

Importante: não pense que em pouco tempo você estará magro. Não mesmo!! Esta dieta reeduca seu organismo, de forma que a perda de peso seja gradual. Isso garante que você não engorde tudo de novo.

Vamos lá:

Café da manhã :

-1 copo de 100 ml de leite integral ou desnatado batido com 60 ml de suco de laranja pera e 3 cubinhos de mamão.Você pode variar as frutas. A laranja com o leite não azeda.

-1 fatia de pão integral ou ½ pão francês com uma ponta de faca de requeijão light


Lanche da manhã:

- 1 fruta. Procure as frutas da estação. Dê preferência a uma fruta diferente daquela que você comeu pela manhã no leite.


Almoço :

ATENÇÃO: Você vai comer meia porção do que normalmente come. Isso mesmo. Metade.

-Arroz (ou 1 batata cozida)

- Feijão ou lentilha

- Frango sem pele ou um bife (magro, sem gordura) ou um peixe

ATENÇÃO : o tamanho do frango ou da carne deve ser o da palma da sua mão sem os dedos.

- 1 prato de sobremesa com pelo menos dois tipos de folhas verdes. Pode temperar com azeite.

- Pelo menos 2 legumes.

- Use o mínimo de óleo e pouco sal.

-1 fruta de sobremesa


Lanche da tarde:

- 1 yogurte desnatado. Pode colocar 1 colher de linhaça ou granola.


Jantar:

- 1 prato de sopa de legumes (coloque vários legumes) com carne magra, ou com frango.

- 1 fruta de sobremesa

Faça esta dieta de segunda a sábado. No jantar de sábado e no almoço de domingo você pode sair um pouco e variar, mas não vá colocar todo seu esforço a perder. A ideia é promover sua reeducação alimentar. Você vai perder peso e ganhar qualidade de nutrição.

Claro que se você também fizer exercícios físicos perderá peso mais rapidamente.

Experimente! Você não vai passar fome e nem ter falta de nutrientes.

A ideia é ir devagar e com calma. Só assim chegaremos com segurança. Esta dica vale sempre, em muitas circunstâncias da vida. Sem milagres.

Retirei do Face - Dra Ana Escobar